Saúde

Trauma craniano e o uso de hastes flexíveis podem causar sangramento no ouvido

Esportes mais violentos como rúgbi, boxe e jiu-jitsu também podem favorecer a otorragia

Entre as diversas causas da otorragia ou sangramento no ouvido estão trauma de crânio e infecções de ouvido, como a miringite bolhosa, uma infecção bacteriana com formação de bolha na membrana timpânica cujo conteúdo é sanguinolento e, ao se romper, promove extravasamento de sangue. Manipulação do canal auditivo com hastes flexíveis de algodão, grampos, estiletes, canetas, lápis também estão entre as causas mais frequentes.

Esportes mais violentos como rúgbi, boxe e jiu-jitsu também podem favorecer o sangramento no ouvido. 

“Embora aconteça raramente, a pressão do avião, assim como o mergulho de profundidade, também podem desencadear a otorragia. Por exemplo, se o paciente estiver com uma infecção aguda de orelha média, a conhecida otite média aguda, pode eventualmente ocorrer uma ruptura do tímpano durante o voo, devido sobrecarga de pressão interna do ouvido por conta da secreção infecciosa somada à pressão ambiental externa relacionada à mudança de altitude”, explica Dra. Jeanne Oiticica, especialista em Otorrinolaringologia e Chefe do Grupo de Pesquisa em Zumbido do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

A prevenção é, principalmente, não cutucar os ouvidos. Surdez ou perda parcial da audição estão entre as possíveis complicações associadas à otorragia.