Extra

Semmam discute projeto de revitalização do antigo leito do Arroio Kruse

A retomada do Projeto Socioambiental de Revitalização do antigo leito do Arroio Kruse foi discutida pelo secretário do Meio Ambiente, Darci Zanini, o professor da Unisinos, mestre e doutor em Biologia, Uwe Horst Schulz, com o vice-presidente do Comdema e o assessor da Semmam, Cláudio Cunha. A reunião foi realizada na terça-feira, 10 de abril, na sede da secretaria.

O projeto foi idealizado em 2005 para revitalização do trecho do Arroio Kruse que está localizado na área interna do Parque Municipal Imperatriz Leopoldina.

De acordo com Zanini, uma das partes mais importantes do projeto será a criação de um lago para receber as águas do arroio retificado e realimentar o antigo leito. O lago também servirá para manejo da fauna aquática. “A ideia da revitalização socioambiental desta parte do arroio se dá principalmente pelo fato de devolver o Arroio Kruse ao seu leito original. Esta ação vai colaborar com a melhoria da qualidade e da quantidade da água do arroio e com o aumento da biodiversidade do Parque Imperatriz”, afirmou Zanini.

O projeto, segundo Zanini, será desenvolvido em conjunto com o Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae) e a apresentação para a comunidade será feita através de audiência pública convocada pela Prefeitura.

Cooperação técnica

Pela importância do projeto, uma visita técnica ao local deve integrar o roteiro da comitiva da União Europeia que estará em São Leopoldo no mês de maio e ainda deve ter uma atividade na programação da Semana do Meio Ambiente 2018.

O professor Uwe Schulz sugeriu a adesão de São Leopoldo ao World Fish Migration Day de 2019 (Dia Mundial do Peixe Migrador), que é uma celebração global para criar consciência sobre a importância dos rios abertos e peixes migradores. O evento é realizado todos os anos no dia 21 de abril. “Esta adesão ao World Fish Migration Day vem ao encontro das ações já implantadas pela Semmam com o objetivo de conscientizar a população de São Leopoldo sobre a importância do Rio dos Sinos no contexto histórico, social, econômico e ambiental”, concluiu Uwe Schulz.

Tags

Artigos relacionados

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios