Extra

Com mais mulheres no 1º escalão, governo de São Leopoldo formaliza nova composição no secretariado

Nesta sexta-feira, 13 de abril, foi formalizada a posse dos novos titulares das secretarias da Fazenda, Administração, Direitos Humanos, Habitação, Educação e do novo diretor-geral do Serviço Municipal de Água e Esgotos (Semae). A até então secretária adjunta de Administração, Angélica Severo, assumiu a titularidade da pasta em lugar do secretário Eduardo Peters, que passa a comandar a Secretaria da Fazenda. Por sua vez, o ex-secretário da Fazenda, Ricardo Fernandes da Luz, assumiu a Secretaria de Educação. Karina Camillo é a nova Secretária Municipal de Habitação (Semhab) e Dudu Moraes assume a Secretaria Municipal de Direitos Humanos (SEDHU). O servidor de carreira do Semae Anderson Etter passa a ser o novo diretor-geral da autarquia. Outra novidade é que a secretária de Políticas para Mulheres, Danusa Alhandra, passa a integrar formalmente a Coordenação de Governo, cuja formação foi definida na Lei da Reforma Administrativa.

O secretário-geral de Governo, Marcel Frison, abriu a cerimônia chamando a atenção para o fato de a Prefeitura estar confirmando mais espaço para as mulheres no primeiro escalão. “Governos estão sempre em constante mutação em adaptação a conjuntura. A chegada de mais mulheres gestoras ao primeiro escalão também atende a uma diretriz do nosso planejamento estratégico. Não há nenhum demérito em que deixou seus cargos e tenho absoluta certeza que vocês terão um duro trabalho pela frente. Acreditamos na capacidade de cada um e cada uma”, afirmou Frison. Ele também lembrou que, além das novas duas secretárias, a Procuradoria-Geral do Município (PGM), a Secretaria Municipal do Orçamento Participativo (Semop); a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS); a Secretaria de Políticas para Mulheres (Sepom), e a presidente da Fundação Hospital Centenário têm mulheres no comando. No caso da Secretaria da Habitação por exemplo, assumida por Karina Camillo, a secretária-adjunta é Jussara Lanfermann.

A vice-prefeita Paulete Souto ressaltou a importante contribuição das mulheres no governo municipal. “Temos não apenas mulheres em posição de destaque dentro da gestão, mas também uma Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, atuante e articulada com as demais secretarias, gerando a capacidade de apresentar resultados muito importantes em todas as áreas”, apontou.
De acordo com o prefeito Ary Vanazzi, uma administração precisa estar atenta e em consonância com a conjuntura política e as diretrizes de governo e, por isso, as mudanças são naturais. “Todas as pessoas que passaram pelo nosso governo deram uma importante contribuição para a gestão municipal através de sua forma de atuar e de seus valores. Para quem assume a tarefa peço que deem o melhor de si e que tenham compromisso com a população mais pobre e para quem mais precisa. É um desafio que precisa ser encarado com muita energia, coragem e criatividade para resolver os problemas que se aprofundaram porque o Governo Federal reduziu repasses e retirou direitos básicos. Tenho certeza que vocês irão nos ajudar a encontrar alternativas para quem perdeu as perspectivas com o fim dos programas sociais”, disse Vanazzi.