GeralNegócios

ABESCO em audiência pública no Senado para discutir o futuro da Eficiência Energética no País

As perspectivas futuras para a Eficiência Energética no Brasil foram tema de audiência pública na Comissão Senado do Futuro, proposta pelo senador Hélio José (Pros-DF), na quinta-feira (3). Na ocasião, especialistas e representantes de associações ligadas ao setor de energia discutiram a importância dos estudos e projetos em eficiência energética no âmbito do setor elétrico brasileiro.

Para Alexandre Moana, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Conservação de Energia (ABESCO), pensar em como utilizar a energia de forma eficiente deve preceder qualquer atividade ou investimento em energia renovável. “O que falta para garantir eficiência não são novas tecnologias, mas a implementação de políticas públicas mandatórias. Se eu utilizo uma fonte alternativa e o usuário final é ineficiente, de nada adianta. É como se eu gastasse recursos naturais e dinheiro para fazer coletores de água de chuva para alimentar uma caixa d’água vazando”, explica.

Publicidade

O debate teve como fio condutor a Lei 9.991/200, que trata de investimentos em pesquisa e desenvolvimento em eficiência energética por parte de empresas do setor de energia elétrica, e também da Resolução da Aneel 556/2013 sobre os procedimentos do Programa de Eficiência Energética, que promove projetos para melhoria do uso eficiente de energia elétrica em todos os setores da economia.

Moana afirma que países que tiveram políticas que determinaram a eficiência energética como obrigatoriedade conseguiram reduzir seus custos e desperdícios. “Programas como a etiquetagem dos eletrodomésticos, como Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica), tiveram grande efeito nos fabricantes e nos consumidores. Devemos fazer o mesmo na área de consumo, como em indústrias e no comércio, com metas e planos de eficiência para a redução do consumo”, afirma o presidente da ABESCO.

A Eficiência Energética, em números, é a forma mais barata e limpa disponível para gerar energia e potência. “A energia não é mais uma questão de conforto, é questão de sobrevivência. Não estaríamos vivos sem a energia disponível, por isso precisamos aplicar formas de tornar o seu consumo eficiente”, conclui.

Publicidade

Fundada em 1997, a Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia – ABESCO é uma entidade civil sem fins lucrativos que representa oficialmente o segmento de eficiência energética brasileiro, formado por empresas de diversas áreas. O objetivo da ABESCO é fomentar e promover ações e projetos para o crescimento do mercado de eficiência energética beneficiando não somente seus associados, mas também a sociedade, contribuindo assim para o desenvolvimento do país.
Eficiência energética é uma atividade que busca proporcionar meios para se produzir mais com a menor quantidade de energia.

Etiquetas
Publicidade

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios