DestaqueVariedades

Gramado: Kikito de Cristal será entregue a Natalia Oreiro

Depois de Cecilia Roth (2016) e Soledad Villamil (2017) – ambas argentinas – a atriz Natalia Oreiro é a primeira mulher uruguaia a receber o Kikito de Cristal, criado há 12 anos para destacar os expoentes do cinema latino-americano. A estrela do cinema e da televisão, que vive em Buenos Aires, chega a Gramado nesta manhã para cumprir intensa agenda na quarta-feira, que inclui dar início à fabricação do troféu artesanal que será entregue ao homenageado no ano que vem.

A atriz chega à fábrica Cristais de Gramado às 15h, para auxiliar na produção da cabeça do próximo Kikito, que é produzido em vidro com escamas de ouro. Às 15h30 haverá coletiva de imprensa e após a entrevista será servido coquetel aos presentes, em uma happy hour oferecida pelo restaurante Magnólia, de Canela. Natalia Oreiro recebe o troféu no ano em que completa duas décadas de atuação no cinema. Sua estreia aconteceu em 1998, com “Um argentino em Nova Iorque” (1998), que bateu recordes de bilheteria.

Publicidade

Em 2012 e 2013, Oreiro foi protagonista das duas produções que a Academia das Artes e Ciências Cinematográficas da Argentina selecionou para representar o país na briga pela indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro: “Infância Clandestina” e “Wakolda”, que teve caminhada exitosa em festivais internacionais, competindo inclusive no importante Prêmio Goya, da Espanha.

Recentemente entregou ao público aquela que é considerada sua obra mais importante até aqui, a cinebiografia “Gilda, não me arrependo deste amor”, que narra a trajetória da mítica cantora e compositora de cumbias, morta tragicamente em 1996. O longa foi considerado “o filme do ano” no país vizinho, em 2016, e ultrapassou a marca de um milhão de espectadores no cinema. Por seu desempenho na pele da biografada, Natalia Oreiro foi reconhecida pela crítica e pelo público, recebendo três troféus de melhor atuação. A entrega do troféu à atriz ocorre no intervalo da sessão noturna no Palácio dos Festivais, quando também serão exibidos dois longas e dois curtas-metragens.

Longa de Oswaldo Montenegro substitui “O Banquete” em sessão noturna

Publicidade

Com o cancelamento da exibição do filme “O Banquete”, decisão tomada pela diretora Daniela Thomas em função da morte do editor Otavio Frias Filho, houve mudança na sessão noturna que ocorre na noite desta quarta-feira (22), no Palácio dos Festivais. “A Chave do Vale Encantado”, novo trabalho de Oswaldo Montenegro no cinema será exibido no espaço de “O Banquete”, embora fora de competição. O diretor e sua equipe já estavam em Gramado para participar da mostra infantil. O restante da programação da noite permanece inalterado, com as exibições do longa-metragem boliviano “Averno” e dos curtas “Estamos todos aqui” e “Nova Iorque”.

Festival de Punta del Este vem a Gramado em busca de “grade depurada”

Representantes do Festival Internacional de Cinema de Punta del Este estão em Gramado em busca de filmes de qualidade que possam ser exibidos em sua próxima edição, que acontece de 17 a 24 de fevereiro de 2019.

A edição deste ano, por exemplo, foi aberta com a projeção do filme “João, o maestro”, de Mauro Lima – que também foi o filme de abertura em Gramado no ano passado. Em Punta, além de exibir a obra, o festival ofereceu um prêmio especial aos produtores da película Luiz Carlos Barreto, Lucy y Paula Barreto.

Completando 22 edições, desde 2013 o Festival Internacional de Cinema de Punta Del Este é uma realização da prefeitura de Maldonado, onde fica o famoso balneário. A retomada do caráter público do evento está de braços dados com a qualificação do festival. A intenção é que o evento se torne a “ponte de lança” dos festivais latino-americanos, onde sejam lançados os filmes para todo o continente. “Esperamos que em 2020 o formato esteja consolidado”, projeta Ferrario.

Outro aspecto de grande interesse para os organizadores do festival de Punta em Gramado é a conexão entre o cinema e o turismo. “No passado, se organizava o festival no verão para aproveitar o público que veraneava. Agora invertemos a idéia e estamos atraindo um público que é específico do festival também para fomentar outras áreas do turismo na cidade. Algo que Gramado sabe fazer isso muito bem”, elogia. Também em Gramado estão representantes dos festivais de Viña Del Mar e Havana, e, nacionalmente, o de Florianópolis, Ceará e Recife.

Primeiro dia do Gramado Film Market propôs saídas para internacionalizar produção

O primeiro dia do Gramado Film Market – Conexões, o braço mercadológico do Festival de Cinema de Gramado propôs alternativas para internacionalizar a produção audiovisual brasileira. As estratégias para comercialização de filmes ao redor do mundo e as janelas existentes em festivais – que podem catapultar uma obra – foram os principais temas debatidos em painéis e workshops.

Foram sete encontros, com convidados como a consultora de estratégias e financiamento de filmes da Alemanha, Marika Kozlovska, a agente internacional de vendas mexicana Sofía Moreno ou a coordenadora de aquisições da empresa francesa Loco Filmes, Florencia Gil passaram às plateias atentas dicas de como se posicionar no disputado mercado internacional. Os debates contaram também com depoimentos de quem vive na prática esse desafio, caso de Rodrigo Teixeira, que integra o júri de longas-metragens brasileiros neste 46º Festival de Cinema de Gramado, mas já emplacou filmes nacionais em eventos de primeira linha, como o Festival de Berlim, para ode levou “O abismo prateado”, de Karim Ainouz (2011) ou “Heleno”, de José Henrique Fonseca, exibido em Toronto.

Os debates atraíram desde estudantes de audiovisual até gente experimentada na indústria caso do ator Marcos Frota, que apresentou em Gramado seu mais recente longa, “O Grande Circo Místico”, dirigido por Cacá Diegues. “O festival ganha uma dimensão incrível com essas conexões, esses diálogos. Acho muito bem-vinda a inciativa”, elogiou o ator, que vem também trabalhando na produção de audiovisual, como a cinebiografia “Irmã Dulce”, com o qual Frota viajou pelo mundo.

A coordenadora da programação do GFM, Gisele Hiltl, destaca também a participação do diretor-presidente da Ancine, Christian de Castro. Ele abriu a programação abordando oportunidades da produção VOD (vídeo on demand) para o Brasil, que trabalha em um projeto de lei que assegure que parte dos lucros de grades empresas do segmento em operação no país seja destinado ao fomento do audiovisual nacional. Mas Castro aproveitou também a presença massiva da imprensa no Festival de Cinema de Gramado para conceder uma coletiva, explicando os novos critérios de seleção de projetos dos novos editais da agência. “E teremos ainda uma capacitação para quem quer disputar recursos do Fundo Setorial do Audiovisual, que é hoje a principal linha de crédito para o cinema brasileiro”, destaca Hiltl.

Sequência do evento ensina a vender conteúdo nacional

Nesta quarta-feira (22), o GFM vai insistir na mesma tecla, abrindo a programação com o painel “Exportação de conteúdos brasileiros”, que terá como destaque a participação da executiva da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos do Brasil (APEX-Brasil), Deborah Rossoni.

Mas hoje a tecnologia entra com força na programação, em painéis como o que aborda as características das salas de cinema do futuro – algumas já em operação, com poltronas que provocam sensações no espectador – e ferramentas de inteligência artificial ou rastreamento que auxiliam na monetização de conteúdo. Também hoje serão revelados os vencedores do concurso interativo que escolheu os melhores entre trailers, videoclipes e webdocs inscritos no evento. É mais uma novidade que vem agradando produtores e público, que pôde votar pela internet em seus favoritos.

Quem chega em Gramado

  • Dez segundos para vencer
    DANIEL OLIVEIRA – ator
    SOPHIE CHARLOTTE – convidada
  • Violeta al fín
    EUGENIA CHAVERRI – atriz
    LAURA IMPERIALE – produtora
    NICOLÁS WONG DÍAZ – diretor de fotografia
  • Kairo
    FABIO RODRIGO – diretor
  • À tona
    DANIELLA CRONEMBERGER – diretora
    DECIO GORINI – trilha sonora
  • Kikito de Cristal
    NATALIA OREIRO – homenageada

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios