DestaqueEventosNegócios

Feira para indústria moveleira acontece em Bento Gonçalves, RS

FIMMA Brasil 2019 será vitrine nacional e internacional da cadeia produtiva da madeira

Ferramentas inteligentes, investimentos em pesquisa e desenvolvimento e a aplicação de novas tecnologias poderão ser encontrados na feira. — O compromisso de proporcionar cada vez mais experiências positivas a expositores e visitantes na Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira (FIMMA Brasil) 2019 motivou a diretoria a criar também espaços para outros segmentos, entre eles o Florestal.

Com amplo potencial de negócios, o setor Florestal ganhará uma área exclusiva interna de 900 metros quadrados no pavilhão B e 825 metros quadrados de área externa nessa 14ª edição da feira, que acontecerá de 26 a 29 de março. A iniciativa inovadora apresentará o que há de mais moderno em tecnologias e processos destinados ao setor florestal, aproveitando o momento de retomada do mercado interno e o bom momento das exportações.

O Boletim Cenários Ibá, produzido pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), indicou avanço de 34% nas exportações do setor de base florestal plantada no primeiro semestre de 2018, representando US$ 5,5 bilhões negociados com o exterior, sendo que apresentaram crescimento no comércio com outros países celulose (+43,9%), painéis de madeira (+8,0%) e papel (+5,7%).

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017 a produção florestal brasileira atingiu R$ 19,1 bilhões, representando aumento de 3,4% em relação a 2016. Do total, R$ 14,8 bilhões (77,3%) vieram de florestas plantadas para fins comerciais (silvicultura) e 4,3 bilhões (1,9%) da exploração de recursos naturais (extrativismo).

A atividade florestal e a cadeia produtiva a ela associada se caracterizam pela grande diversidade de produtos, compreendendo um conjunto de atividades e segmentos que incluem desde a produção até a transformação da madeira in natura em celulose, papel, painéis de madeira, pisos laminados, madeira serrada, carvão vegetal e móveis, além dos produtos não-madeireiros.

Para Henrique Tecchio, presidente da FIMMA Brasil 2019, a forma de pensar a feira e, principalmente, o contexto no qual esta inserida, fez com que fossem agregados outros segmentos e projetos que enfatizam a diferenciação da FIMMA 2019.

Durante a FIMMA Brasil 2019 marcas consolidadas no segmento já confirmaram presença, entre elas as catarinenses Planflora, referência no plantio de mudas, e Planalto, líder em picadores de madeira, e a gaúcha Infasul, especializada no desenvolvimento e na fabricação de facas industriais e peças de reposição. Entidades também se farão presentes, como é o caso do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), resultado da união de oito sindicatos patronais de base Florestal. A Associação Gaúcha de Empresas Florestais (Ageflor), apoiadora da ação, também estará presente com um estande. De acordo com Diogo Carlos Leuck, presidente da Ageflor, a abertura de portas pela FIMMA Brasil 2019 para o florestal é muito importante. “O segmento florestal é promissor e temos aptidão para isso. O Brasil conta com condições geoclimáticas, visto que levamos um terço a menos de tempo para a produção florestal em comparação a países europeus. A meta do Governo Federal de aumento de área florestal no Brasil é de 30% até o ano de 2020”, explica.

FIMMA Brasil 2019

  • Quando: 26 a 29 de março de 2019
  • Onde: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (RS)
  • Horário: 13h às 20h
  • Entrada: gratuita mediante credenciamento

Interessados em expor: http://www.fimma.com.br/como-expor

Mais informações: www.fimma.com.br / +55 54 2102-2450

Artigos relacionados