São Leopoldo

Prefeitura informa ao MP situação do Centenário

Depois que o governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, confirmou que não repassará qualquer verba a mais do que os atuais R$ 255 mil mensais ao Hospital Centenário, a Prefeitura de São Leopoldo estuda tomar medidas drásticas e emergenciais, a serem anunciadas nos próximos dias.

Na tarde desta terça-feira, 23, o prefeito Ary Vanazzi procurou o Ministério Público. Ele informou a situação e também falou sobre os próximos passos para enfrentar a grave crise financeira por que passa o Centenário.

Na reunião com a promotora Alessandra Moura Bastian da Cunha, o prefeito e a presidente da Fundação Hospital Centenário, Lilian Silva, relataram o resultado das últimas tratativas com o governo estadual, que culminaram em nova negativa de aporte de recursos e por consequência, na continuidade da crise.

A prefeitura vem desde 2017 tentando uma repactuação de repasses ao Centenário, alegando inclusive necessidade de equiparação com cidades vizinhas, como Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul e Esteio, que recebem em média R$ 4 milhões.

A promotora mostrou-se bastante preocupada com a situação do HC, não por questões de gestão ou política, mas sim com a população leopoldense que precisa de bom e amplo atendimento hospitalar e tem o MP como representante dos interesses dos cidadãos.

A promotora continuará acompanhando de perto o assunto e não descarta algumas ações para resolver parte dos problemas que geram a crise no Centenário.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios