RS

Oficina de Papo de Anjo é atração no 5º Festival de Gastronomia nesta quinta-feira, 06

A quinta edição do Festival de Gastronomia da Feira Nacional do Doce teve início na tarde desta quinta-feira (06). Abrindo as atividades do festival, a Oficina de Papo de Anjo foi desenvolvida no inicio da tarde e ministrada pela professora de doçaria da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Carmelita Jardim, e as alunas Dilce Mara, Mara Rosana e Caroline Farias, do 4º Semestre do curso de Gastronomia.

Com duração de 45 minutos, a oficina foi gratuita e aberta ao público em geral. A produção do doce é dividida em duas partes: calda e massa. A oficina começou com a elaboração da calda e enquanto a mesma estava no forno, iniciou a produção do bolo. Assim que os bolos ficaram dourados, foram mergulhados na calda. A preparação esteve por conta das alunas, com suporte da professora. De acordo com a mesma, a ideia foi ambientalizar as estudantes. “Essa é uma oportunidade para que elas percam a timidez, pois logo serão profissionais”, aponta.

Entre os motivos para a escolha do Papo de Anjo na oficina, Carmelita cita a rapidez da produção e facilidade de armazenamento, que tem duração de uma semana. “Também quis trazer o doce pelotense, que tem o destaque para os doces portugueses”, complementou. Para ela, o Festival de Gastronomia tem grande importância para a visibilidade do curso universitário, uma vez que muitos moradores do município ainda não tem conhecimento, e também para o turismo pelotense, que gira em torno dos doces.

Oficina de Papo de Anjo 1 - Oficina de Papo de Anjo é atração no 5º Festival de Gastronomia nesta quinta-feira, 06

Carmelita aponta, ainda, a necessidade do contato e conhecimento do público em geral com a alimentação. “É uma oportunidade de não temer o alimento, muitas vezes as pessoas tem medo de arriscar, fazer errado ou queimar”, conta. Segundo ela, os participantes se surpreenderam com a facilidade da produção. A troca de experiências e lembranças entre o público e as ministrantes da oficina foi um dos momentos mais emocionantes para a professora. “Foi um amor trocado com quem estava aqui, contando momentos da vida através do alimento”, afirmou.

Após a finalização, visitantes que transitavam no espaço reservado para o Festival de Gastronomia, entre a Cidade do Doce e o setor de Variedades, pode também provar o doce. O casal Lidice Fonseca e Fávio Costa aprovou com excelência. “Quando vi o Papo de Anjo tive que entrar, ele remete ao meu tempo de estudante e aqui em Pelotas nunca tinha visto alguém fazer tão bem quanto elas”, contou Lidice.
Fonte: Reverso Comunicação

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios