Serra Gaúcha

Prefeitura de Caxias do Sul atenta a saúde da população negra

SMSPPS promove capacitação sobre Política Nacional da Saúde Integral da População Negra

A Coordenadoria de Promoção de Igualdade Étnico-Racial, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social (SMSPPS) realizou nesta semana a segunda capacitação sobre Política Nacional da Saúde Integral da População Negra. O encontro envolveu agentes comunitários de saúde, agentes de combate a endemias e Vigilância Sanitária.

A capacitação contextualizou a história da promoção da igualdade racial no Brasil e em Caxias do Sul, abordando também temas como a luta pelo fim do racismo e leis que impediram o acesso do negro às escolas, a equipamentos públicos e a cultuar sua cultura. Também ocorreram dinâmicas e uma apresentação de dados de doenças prevalentes na população negra, além de índices sociais, econômicos e de violência.

“Nós pensamos na realização da capacitação como uma forma de iniciar a discussão em relação à saúde da população negra no município. Nunca havíamos trabalhado essa politica e ela já existe há 10 anos, através de uma portaria de 2009, e traz algumas doenças que são mais prevalentes na população negra por uma questão genética que nós, enquanto profissionais da saúde, precisamos ficas atentos”, disse a diretora de Planejamento e Desenvolvimento de Políticas de Saúde, Léia Cristine Muniz. “Nós sabemos todas as dificuldades que essa população enfrenta. Por isso queremos desenvolver um outro olhar em relação a essa população, nos colocando no lugar do outro”, complementou.

Política Nacional da Saúde Integral da População Negra 1 - Prefeitura de Caxias do Sul atenta a saúde da população negra
Fotos: Virgínia Centeno

Alessandra Pereira, titular da Coordenadoria de Promoção de Igualdade Étnico-Racial, avaliou o encontro de forma positiva. “A capacitação foi de muito aprendizado. Conhecemos um pouco da realidade de algumas Unidades Básicas de Saúde e das percepções dos servidores sobre o atendimento a essa população. Houve várias contribuições das suas vivências que nos ajudaram a perceber a importância da política pública que não segrega, não discrimina e nem pede um atendimento especial”, resumiu Alessandra.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios