DestaquePelotasRio Grande do SulSul RSVariedades

Programação da Abertura da Colheita do Pêssego, em Pelotas

Evento rural será no dia 1º de dezembro, domingo, no Rincão da Caneleira, 8º distrito, Rincão da Cruz

Rainha e princesa divulgam a festa e a Feira Municipal, incentivando o consumo – Foto: Divulgação/SDR

A Prefeitura, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), intensifica os preparativos para a Abertura da Colheita do Pêssego, que será realizada no dia 1º de dezembro, domingo, no Rincão da Caneleira, 8º distrito, Rincão da Cruz. A programação já está definida, com início das atividades a partir das 9h e encerramento previsto para as 21h30min. Diversas atrações serão oferecidas.

Reunião na SDR, que contou com a presença do secretário Jair Seidel e representantes da Emater, Embrapa, Associação dos Produtores de Pêssegos da Região de Pelotas, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato da Indústria de Doces e Conservas Alimentícias de Pelotas (Sindocopel), Cooperativa dos Apicultores e Fruticultores da Região Sul (Cafsul) – bem como dos produtores rurais –, possibilitou a definição da agenda.

Confira o que terá na festa

9h – abertura do evento ao público para comercialização
10h – mateada
11h – Abertura da Colheita, na propriedade do produtor Dari Bosembecker
12h – Almoço-dançante no salão principal
13h30min – apresentação da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Nestor Elizeu Crochemore
14h – abertura oficial
14h30min – concurso “Melhor Fruto” e lançamento de cultivares e do livro “500 perguntas e 500 respostas – pêssego, ameixa e nectarina”
15h – Banda Sul Brass
16h30min – Mulita Show
17h30min – Banda Sul Brass
21h30min – encerramento
A SDR informa que a entrada da festa, patrocinada pelo Sindocopel e Sicredi, é gratuita. O público deve pagar apenas o estacionamento, cujo valor é R$ 10,00 por veículo.

Fruta in natura e derivados estarão à disposição dos consumidores – Fotos: Divulgação/SDR

Participações
Além das atrações da programação, haverá amplo comércio e exposição. Entre os produtos, o pêssego in natura e derivados, como geleia, suco, cucas, tortas, compotas, doces e outros estarão à disposição do público, além de gastronomia colonial e lanches variados.

“Festejar a abertura da colheita do pêssego é valorizar mais a importante cadeia produtiva do Município, principalmente porque ela é desenvolvida no contexto da agricultura familiar, e gera mais de 5 mil empregos na área de produção e mais de 20 mil na indústria local durante a safra”, observa Seidel.
Produção e Quinzena
As variações climáticas do inverno deste ano não favoreceram a produtividade, de acordo com avaliações técnicas. No entanto, a expectativa gira em torno de uma safra de 30 a 35 mil toneladas, entre pêssegos de mesa e de indústria.

A corte do pêssego – rainha Helen Strelow Knabach e princesa Jaddy Lima da Silva – intensifica a agenda de visitas e presença em eventos para divulgar a realização da festividade na colônia e da Feira Municipal do Pêssego, que será realizada de 23 de novembro a 7 de dezembro, com venda direta da fruta in natura e derivados em diversos pontos da cidade.

A loja no Shopping Pelotas, que comercializa o morango, já incluiu pêssego, cucas e compotas nas suas vitrines, balcão e prateleiras, satisfazendo antecipadamente a vontade do público consumidor. No decorrer desta semana, deverão ser definidos os locais da Feira. A exemplo do efetuado na do morango, bancas fixas e sistema itinerante, nos principais bairros, facilitarão a oferta à população.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo