DestaquePelotasRio Grande do Sul

Domingo marcou a abertura da Colheita do Pêssego em Pelotas

Este domingo (1) marcou a abertura da Colheita do Pêssego em Pelotas, safra 2019. As festividades que se estenderam até a noite, no Rincão da Caneleira, 8º distrito, Rincão da Cruz, Salão Indústria Show. A prefeita Paula Mascarenhas e o vice Idemar Barz levaram boas-vindas, em nome do Município, a milhares de visitantes, tanto do interior como da zona urbana, que foram aproveitar a programação diversificada do evento.

Publicidade

Alegria, descontração, movimentado comércio de variedades de pêssego in natura e de derivados, produtos de agroindústrias, peças de artesanato colonial, plantas, flores e farta gastronomia, além de espaço técnico e de local específico para brincadeiras e recreação infantil tomaram conta da área e foram compartilhados pelo público.Entre o público, estiveram presentes pesquisadores chineses de Nanjing – localidade do leste da China: a pesquisadora Ma Ruijuan e o diretor do Centro de Pesquisas da cidade, Yu Mingliang. Eles estão em Pelotas e observam a cultura do pêssego, entre outras, graças à parceria do Brasil com o país, por meio da Embrapa. Como intérprete, atua a pesquisadora da Embrapa Clima Temperado, Maria do Carmo Bassol Raseira. A prefeita Paula foi apresentada a eles e registrou as boas-vindas em nome do Município.

Safra 2019
O pomar da propriedade do produtor Dari Bosembecker foi o cenário da Abertura da Colheita do Pêssego de 2019, com a presença do secretário de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel; do chefe do Escritório Municipal da Emater, Francisco Arruda; do chefe geral da Embrapa Clima Temperado, Roberto Pedroso; do presidente da Associação de Produtores de Pêssego da Região de Pelotas (APPRP), Mauro Scheunemann; do representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pelotas, Celmar Raffi; e da corte do pêssego, rainha Helen Strelow Knabach e princesa Jaddy Lima da Silva.

Publicidade

O corte da faixa de cetim, entre os pessegueiros, oficializou simbolicamente a abertura da safra, sob votos de prosperidade e de bons negócios. As frutas colhidas pelos participantes encheram um cesto, que foi levado à área das festividades.

Publicidade
Publicidade
Botão Voltar ao topo