DestaqueNovo Hamburgo

Um presente especial para um aluno especial

O aluno Marcos Vinícius da Silva, do primeiro ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Anita Garibaldi, no bairro Canudos, recebeu um presente antecipado de Natal na tarde da última quinta-feira, dia 12: um brinquedo para melhorar ainda mais a integração com os colegas. Marcos possui uma paralisia cerebral chamada “Marcha Crouch”, o que ocasiona dificuldades de fala e locomoção. Esta limitação também o impossibilita de brincar na pracinha da escola, onde apenas existe um brinquedo para cadeirantes.

Publicidade

O fato despertou o interesse dos estudantes Marcos Paulo Hickmann Ullmann e Ana Caroline Simão, do 4º ano do curso técnico de mecânica da Fundação Liberato, que elaboraram o projeto “Tecnologia assistiva de recreação para crianças com Marcha Crouch na paralisia cerebral – Tecmacrouch” e realizaram a fabricação de um brinquedo para atender o aluno tão especial. “Após pesquisas, não descobrimos nenhum brinquedo específico para crianças com esse tipo de paralisia. Assim, resolvemos construí-lo”, explicou Ullmann ao lado da colega Ana Caroline.

Sobre o brinquedo

O projeto foi concebido com o propósito de unir a tecnologia assistiva com a atividade lúdica, promovendo a inclusão de pessoas que possuem um controle limitado do tronco, mas que ainda assim conseguem mantê-lo ereto com algum auxílio. Para isso, foi desenvolvido um brinquedo com base no gira-gira, possibilitando que crianças com essa deficiência consigam brincar no mesmo ambiente que as demais. No brinquedo, as crianças ficam em pé e ele deve ser rotacionado ou por outras crianças sem deficiência ou por uma pessoa de fora do brinquedo, fazendo com que ele gire em torno do seu eixo. O “Tecmacrouch” tem capacidade para quatro crianças brincarem ao mesmo tempo, tendo dois espaços adaptados com dispositivo de segurança para as crianças com deficiência e foi fabricado com tubos de metalon, chapas de aço e pintura “epox”, no laboratório do curso, desde o mês de abril. Afixado ao lado da quadra esportiva da escola, os assentos foram confeccionados pelos avós maternos da criança. A Associação de Pais e Mestres (APEMEMS) da Anita Garibaldi também auxiliou para a compra de materiais na construção do brinquedo.

A mãe de Marcos, Cássia Morgana da Silva Cruz, agradeceu o presente para seu filho. “Adorei! Achei o máximo a ideia. Este brinquedo proporciona agora uma igualdade e autonomia no ato de brincar do meu filho”, comemorou.

Estiveram presentes no ato a professora Cristiane dos Passos Fernandes, representando a secretária de Educação, Maristela Guasselli, a diretora da escola, professora Mara Fernanda Stumpf, o professor Luís Antônio Pereira Gonçalves, que foi orientador do projeto, além do diretor Executivo da Fundação Liberato, Ramon Hans.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo