DestaqueRS

Colheita da Uva tem abertura confirmada para 16/01

“Uvas de Pelotas” é o slogan que vai caracterizar a divulgação e o comércio da safra 2020

Está confirmada, para o domingo, dia 16 de fevereiro, a 10ª Abertura da Colheita da Uva em Pelotas. Neste ano, foi adotado o slogan “Uvas de Pelotas”, para caracterizar a divulgação e todas as promoções em torno da produção local.

A Abertura da Colheita será realizada na propriedade do produtor Mauro Scheunemann, na Colônia Maciel, 8º distrito, Rincão da Cruz. O local será aberto ao público às 13h, com garantida animação de banda a partir das 14h. A solenidade oficial está marcada para as 16h.

Publicidade

“O evento contará com infraestrutura adequada para receber o público. O local terá expositores e ampla comercialização de uva e derivados, como sucos, vinhos, geleias, cucas e outros, artesanato e agroindústrias, além da música para animação”, relata o secretário de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel.

Visita e definições

O evento está sob organização da Prefeitura, Embrapa, Emater, Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Nesta semana, comissão organizadora visitou a propriedade do produtor Scheunemann, e já deu início o mapeamento de espaços para montagem da infraestrutura da programação.

Seidel informa que, além da comercialização e exposições, o evento contará com a mostra de uvas de várias propriedades, para discussão técnica acerca da qualidade das frutas. E reforça: “A cultura está em expansão na zona rural de Pelotas e tomando lugar de destaque no agronegócio pelotense.”

Publicidade

A Feira Municipal da Uva será realizada de 7 a 21 de fevereiro, com possível prorrogação. O quilo será comercializado a R$ 5,00, em embalagens padronizadas para garantir a integridade e qualidade da fruta. Em breve, a Prefeitura divulgará os locais onde serão estabelecidas bancas fixas e o roteiro dos bairros que receberão a feira itinerante. “Uvas de Pelotas”, com produção em maior escala, são das variedades de mesa Niágara rosa e branca, Bordô e Isabel. A safra atende à demanda parcial do mercado local.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar