DestaqueNovo Hamburgo

Sistema de válvulas da Comusa reduz rompimentos e vazamentos nas redes

Novo Hamburgo conta com 47 válvulas reguladoras de pressão (VRPs) que abrangem 1/3 do Município

Com o objetivo de evitar o desperdício de água tratada e minimizar rompimentos e vazamentos nas redes de Novo Hamburgo, a Comusa – Serviços de Água e Esgoto atua com 47 Válvulas Reguladoras de Pressão (VRPs) em diversos bairros do Município.

Os equipamentos são monitorados e revisados semanalmente por uma equipe de servidores que verificam e fazem a manutenção para evitar qualquer tipo de problema. O resultado é uma queda significativa de vazamentos nas regiões onde as ferramentas foram instaladas. “As VRPs regulam conforme a necessidade de pressão que cada região e horário exigem.

Publicidade

Por exemplo, quando temos o horário de pico de consumo, lá pelo final da tarde, ela vai liberar uma pressão maior para que nenhum local fique desabastecido. Quando esse consumo diminuir, ela vai normalizar a pressão da água nas redes automaticamente, preservando as redes”, comenta o coordenador de operações da Comusa, Márcio Bittencourt.

As válvulas atendem em torno de um terço do Município. Bittencourt destaca que o impacto é significativo. “No Ideal, em 2018, tivemos em torno de 12 rompimentos de rede no primeiro semestre. Fizemos a instalação da VRP e no semestre seguinte não tivemos nenhum rompimento”, relata.

Publicidade

O diretor-geral da autarquia, Márcio Lüders, destaca que a ferramenta evita o desperdício. “Se temos a VRP funcionando de maneira correta, evitamos novos rompimentos, garantindo também que a população não seja afetada e o abastecimento seja garantido, mesmo nos horários de pico.”

Casa News
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar