DestaqueLitoral

Lei Maria da Penha: GM atende duas ocorrências em Imbé

Aumento de denúncias de violência contra mulher preocupa o titular da SEMUSP-T

A Guarda Municipal de Imbé foi acionada duas vezes na madrugada deste sábado (27) para atender denúncias de violência contra mulher. Ambas resultaram na prisão dos acusados. As vítimas têm 45 e 50 anos, respectivamente, e alegaram agressões e ameaças de seus companheiros.

Publicidade

A primeira situação ocorreu no Posto de Saúde 24 Horas, no Centro, pouco depois da meia-noite. A guarnição foi acionada, através da Central de Operações, com relatos de que uma mulher estava no local pedindo socorro após ter sido vítima de violência por parte do namorado, que a teria tirado à força de dentro de um carro e a deixado na rua. Durante o registro do fato, o homem de 45 anos chegou ao local para encontrar a vítima e recebeu voz de prisão. Agressivo e violento, ele resistiu à detenção e tentou fugir, mas foi contido e algemado pelos agentes e por servidores da Vigilância Patrimonial que estavam no prédio. O laudo médico apontou que o agressor estava embriagado. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Tramandaí para registro da ocorrência e liberado após pagamento de fiança.

Instantes mais tarde, por volta de 3h20, outra denúncia de violência doméstica, desta vez no balneário Marisul. Agentes faziam patrulha de rotina no local quando escutaram gritos de socorro vindos do interior de uma residência. A vítima correu em direção à viatura comunicando as agressões e ameaças. O homem de 41 anos tentou fugir para a casa de um vizinho, mas foi localizado e preso pelos guardas municipais. Ele também foi conduzido à delegacia e, como não pagou fiança, seguiu preso em flagrante.

Com a Lei Maria da Penha, a violência doméstica passou a ser tipificada como uma das formas de violação aos direitos humanos e os crimes a ela relacionados passaram a ser julgados em Varas Criminais. A atuação forte da Guarda Municipal, no entanto, tem garantido a proteção às vítimas, embora o preocupante aumento do registro de casos deste tipo, especialmente após o início da pandemia do novo coronavírus. “Temos recebido muitas denúncias de violência contra a mulher, o que é bastante alarmante. Felizmente a nossa Guarda Municipal está capacitada para intervir em situações como esta e garantir a proteção das mulheres que estejam sendo agredidas e ameaçadas”, destacou o secretário Marco Antonio Silva, titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito (SEMUSP-T).

A Guarda Municipal de Imbé realiza patrulhas diárias em todos os bairros e balneários da cidade, com ações preventivas e ostensivas. A Central de Operações pode ser acionada 24 horas através do telefone (51) 3627-8296.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.