Caxias do Sul

UCS pede ao MEC credenciamento da unidade de Torres como campus universitário

A Universidade de Caxias do Sul encaminhou ao Ministério da Educação (MEC) pedido de credenciamento como Campus Universitário da unidade em funcionamento no município de Torres como polo de apoio presencial. O processo, desenvolvido em conjunto com a Prefeitura e a Câmara de Vereadores locais, propõe a instalação de quatro cursos iniciais: Design de Interiores, Direito, Enfermagem e Psicologia.

Publicidade

A aprovação da solicitação pelo Conselho Universitário (Consuni) ocorreu em assembleia ordinária do órgão deliberativo na quinta, dia 25. Segundo a procuradora institucional da UCS junto ao MEC, Enoema Wilbert, o ministério deverá, após uma sequência de avaliações técnicas que inclui visitas presenciais, apresentar a resposta aos pedidos daqui a cerca de um ano e meio.

A partir de um movimento de lideranças representativas e da comunidade local, o Polo de Apoio Presencial da UCS em Torres foi implantado em 23 de outubro de 2019, tendo ofertado seu primeiro vestibular para o ano de 2020 oferecendo 18 cursos de graduação na modalidade de Educação a Distância (EAD) e 13 cursos de pós-graduação lato sensu. A unidade abrange 22 municípios do Litoral Norte do Rio Grande do Sul, que somam 342 mil habitantes, atendidos por apenas três universidades, o que gera grandes deslocamentos de estudantes para instituições da Região Metropolitana de Porto Alegre ou do Extremo Sul de Santa Catarina.

A carência de opções para ingresso no Ensino Superior na região gerou uma demanda represada. De acordo com dados do IBGE, dos 72,89% dos estudantes que concluíram o Ensino Médio no Litoral Norte, apenas 13,37% completaram um curso superior. “Com a implantação de um campus na região, além da formação de profissionais altamente qualificados e dispostos a acompanhar o desenvolvimento econômico, social e cultural da região, a UCS propiciará, em suas atividades de pesquisa, extensão e ensino, ações que trarão mais desenvolvimento no campo da economia, ecologia, agricultura, turismo, cultura e artes”, diz trecho da justificativa da solicitação enviada ao MEC.

Atualmente, a UCS mantém campi em oito cidades – Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Vacaria, Canela, Farroupilha, Guaporé, Nova Prata e São Sebastião do Caí – e unidades em outras cinco (além de Torres, as de Flores da Cunha, São Marcos, Antônio Prado e Bom Princípio), abrangendo 70 municípios com 1,5 milhão de habitantes.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.