Pelotas

Paula cancela desfile de 20 de Setembro em Pelotas

Decisão foi anunciada em reunião virtual entre a prefeita Paula Mascarenhas e representantes da 26ª Região Tradicionalista nesta quinta-feira

O tradicional desfile farroupilha de 20 de setembro está cancelado em Pelotas neste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus. A decisão foi acordada em reunião por videoconferência, entre a prefeita Paula Mascarenhas e representantes da 26ª Região Tradicionalista (26ª RT) nesta quinta-feira (30). Os tradicionalistas planejam, junto à Secretaria de Cultura (Secult), uma proposta de Semana Farroupilha virtual para garantir o distanciamento social.

Publicidade

“Parabenizo os tradicionalistas, pela decisão de cancelar o desfile, dentro do princípio da precaução. Vamos deixar de realizá-lo neste ano, para que possamos ter muitos outros desfiles no futuro, com saúde e segurança”, disse a prefeita Paula.
Segundo o coordenador da 26ª RT, Márcio Corrêa, atividades como a Missa Crioula deverão ser online. O vice-presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), César Oliveira, defendeu que a programação audiovisual, por meio da internet, poderá ampliar a visualização da cultura tradicional gaúcha para fora do Rio Grande do Sul. “Isso potencializa a questão do turismo no Estado – setor que deverá ter uma retomada significativa pós-pandemia”, disse.

Durante o encontro online, foi discutida a gestão municipal dos recursos da lei federal Aldir Blanc, que prevê socorro financeiro emergencial para o setor cultural durante a pandemia. O secretário de Cultura, Giorgio Ronna, explicou que uma comissão, com membros do Conselho de Cultura (Concult), Secretaria da Fazenda (SMF) e Procuradoria Geral do Município (PGM), está reunida para tratar da questão.

“O setor cultural de Pelotas é muito amplo. Então, é preciso que os recursos cheguem para todos, de maneira justa, e que sejam investidos em projetos que produzam frutos para o futuro”, explicou a prefeita.
De acordo com o secretário Ronna, pré-conferências com cada segmento cultural do Município serão feitas a partir de agosto, enquanto a Secult segue empenhada em mapear os agentes culturais locais, para que ninguém fique de fora. “Todos os coletivos e organizações culturais terão acesso aos recursos da Lei Aldir Blanc, e o desafio é fazer a distribuição de maneira justa. Por isso, manteremos o diálogo com cada um dos representantes das manifestações culturais de Pelotas”, disse. Estão previstos R$ 2 milhões em recursos da referida lei para Pelotas.

Sobre as atividades permitidas para os Centros de Tradições Gaúchas (CTGs), durante o período de pandemia, a prefeita Paula orientou os representantes da 26ª RT a acompanhar as medidas anunciadas nos decretos municipais para contenção da Covid-19 em Pelotas. Os almoços com público nos CTGs estão proibidos, bem como os bailes e aulas coletivas de dança, para evitar aglomerações. A venda de comida por tele-entrega ou para pegar e levar fica permitida. O atendimento individualizado, com no máximo duas pessoas, para aula de dança ou para prática da vaca parada, com distanciamento, também pode ocorrer, de acordo com o atual decreto.

O grupo enviará, ao Executivo, um manual de orientações para atividades em CTGs de todo o Rio Grande do Sul, criado com base no sistema de Distanciamento Controlado do governo do Estado, para que seja examinado pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.