Caxias do SulSaúde

Caxias do Sul é integrada no projeto Testar RS

Governo do Estado amplia testagem para Covid-19 por RT-PCR porém, ainda não está operacional
Com objetivo de ampliar a testagem para diagnosticar casos da Covid-19 pelo método RT-PCR no estado do Rio Grande do Sul, Caxias do Sul fará parte do projeto Testar RS. Dessa forma, além dos profissionais e idosos residentes em instituições de longa permanência de idosos (ILPIs), profissionais da saúde e contactantes de casos confirmados da Covid-19 por RT-PCR, por meio do uso do aplicativo “Dados do Bem”, serão testados todo os indivíduos que preencham a definição de síndrome gripal (SG). Considera-se SG quando a pessoa apresenta quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: febre (mesmo que referida), calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos. No entanto, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) ainda não recebeu os kits para início das testagens. “Estamos aguardando uma reunião com a 5ª Coordenadoria para definição de fluxos e competências. Lembrando que o Município de Caxias de Sul possui capacidade de realizar 1,2 mil testes semanais, contudo, não realiza sua capacidade total de diagnósticos por falta de insumos, os quais não são encontrados no mercado para a venda, dependendo assim de repasses do Lacen”, afirma o diretor-geral da SMS, Mário Gregoire Taddeucci.

O aplicativo do projeto Dados do Bem serve tanto para coleta quanto processamento de informações, incluindo o resultado dos testes. Além disso, com a ferramenta será possível realizar a ampliação da testagem da população gaúcha com o rastreamento de casos. O app pode ser baixado por qualquer cidadão de forma gratuita. Ele é alimentado com todos os locais de realização de testes, facilitando o acesso do usuário, com a disponibilidade de agenda para coleta no local mais próximo da sua residência.
“Até lançarmos o programa do Testar RS, o Estado fazia em média mil exames diários de RT-PCR, agora, vamos para 8 mil por dia, mas não vamos apenas ampliar a testagem. Agora, estamos dando mais um passo para intensificar o rastreamento. Com a parceria do Instituto D’Or, além de testar pessoas sintomáticas, faremos busca ativa dos contactantes dos casos positivos. Utilizando o Dados do Bem, poderemos identificar dinâmicas de transmissão do coronavírus e entender como a pandemia de Covid-19 evolui”, destacou o governador Eduardo Leite, ao anunciar a parceria em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

O aplicativo já está disponível para download. No entanto, o Governo do Estado ainda organiza alguns detalhes, principalmente em relação aos postos de coleta e testagem.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo