PelotasSaúde

Operação Integrada impõe lockdown em Pelotas

Forças de segurança atuam nas ruas de Pelotas através de barreiras e patrulhamento

Ruas vazias, silêncio e viaturas nas principais vias de Pelotas. Este foi o cenário das primeiras horas do lockdown, iniciado às 20h de sábado (8) e que se estende até as 12h de terça-feira (11). Com barreiras fixas e patrulhamento, as forças de segurança que fazem parte da Operação Integrada, junto à Vigilância Sanitária, estiveram presentes nos bairros do município para fiscalizar o cumprimento do bloqueio total.

No sábado, das 20h às 2h, Guarda Municipal, Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e agentes de trânsito fiscalizaram a primeira noite de lockdown. Com barreiras fixas nas avenidas Bento Gonçalves, Duque de Caxias e Fernando Osório, os carros em circulação foram parados para apresentação de justificativa do deslocamento, além da orientação quanto ao uso de máscara.

Operação iniciou na noite de sábado (8) e se estende até a terça-feira (11) – Fotos: Rodrigo Chagas

Para realizar a operação, os profissionais de segurança dividira-se em três equipes de, em média, 12 pessoas, com uma viatura de cada instituição. Até as 8h deste domingo (9), foram aplicadas cinco multas por descumprimento do bloqueio e do uso obrigatório de máscara.

Para o secretário de Segurança Pública, Samuel Ongaratto, a avaliação do bloqueio no município é positiva. “A população entendeu que deveria se resguardar, ficar em casa, a cidade estava completamente parada”, analisa.

Com ajuda dos pelotenses, que utilizaram os canais de denúncia para informar irregularidades, todos fatos informados à segurança foram verificados e nenhum foi procedente.

“Foi uma operação que faz a gente se sentir orgulhoso de participar, com envolvimento de várias instituições, todos interessados e compromissados com a causa. Eu acompanhei durante toda noite as operações, realmente toda a cidade parou, desde o Centro até os bairros mais longes. Fizemos patrulhamento no Sítio Floresta, Três Vendas, Areal, Obelisco, Fragata, Laranjal e ninguém nas ruas”, destaca Ongaratto.

Mais efetivo no segundo dia

Na manhã deste domingo, poucos deslocamentos também foram registrados. De acordo com o secretário, alguns que foram abordados estavam indo a farmácias, saindo da cidade. “Aumentamos o efetivo para a tarde, pois a expectativa é que haja um maior movimento neste período”, informa o responsável pela Segurança Pública.

Conforme o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, o tenente-coronel Facin, quatro equipes operam em diversos pontos da cidade para orientar e fiscalizar os pelotenses. Além dessas, polícias à paisana estão circulando em Pelotas para efetivar a fiscalização. A Brigada Militar ressalta que a abordagem de pessoas está sendo feita apenas pelo profissional devidamente identificado.

“Essa operação está sendo bem vista e dando muita satisfação para as forças de segurança, pois notamos que a sociedade realmente observou muito bem o chamado da Prefeitura. Só temos a agradecer a população e a solidariedade, pois isso é um gesto solidário de um para outro para evitar um número maior de contágio”, ressalta Facin.

Como denunciar

O número da Guarda Municipal, o 153, da Brigada Militar, o 190, além do Disque Denúncia 24h da BM, o 3227-7171 estão disponíveis para denunciar aglomerações e descumprimento do lockdown e das medidas preventivas determinadas pelo Executivo. O informante terá sua identidade preservada e a denúncia também pode ser feita de forma anônima.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo