São LeopoldoVale do Sinos

Procon aponta variação de 5% no preço da cesta básica em São Leopoldo

Levantamento encontrou aumento em comparação com o mês de agosto

A cesta básica de menor custo foi encontrada por R$ 498,89, representando aumento de 5% em comparação com o mês de agosto, indica a pesquisa do Procon de São Leopoldo. O produto com maior aumento foi o extrato de tomate com acréscimo de 92%. O preço do óleo de soja aumentou 31% e do arroz de 5 quilos subiu 21%. A elevação dos preços destes dois produtos estiveram entre as principais reclamações recebidas pelo órgão municipal na última semana. O levantamento correspondente ao mês de setembro, foi realizado pela fiscal do Procon-SL, Cibeli Prado nesta quinta-feira, dia 10.

“Embora o custo total da cesta básica tenha aumento de 5%, individualmente os produtos apresentaram uma variação muito acentuada”, analisa a diretora do Procon-SL, Anajara Isse. Os itens que apresentaram menores preços em relação ao mês anterior foram o frango resfriado, -22%, seguido pela cebola e batata, -20%.

“Com a pesquisa os consumidores podem acompanhar os preços, fazendo as comparações e nos auxiliando na fiscalização para evitar a prática de preços abusivos”, destaca a diretora.

A cesta básica padrão utilizada para a pesquisa é composta por 27 itens de alimentação, limpeza e higiene, em quantidade mínima necessária para consumo familiar de quatro pessoas. Os valores são divulgados com a comparação mês a mês. “Os preços praticados se referem ao período da realização da pesquisa e podem apresentar variações ao longo do mês”, observa.

De acordo com Anajara Isse, a fiscalização é realizada constantemente nos estabelecimentos para verificar se há abusividade no preços de venda ao consumidor final. “Nos casos em que haja confirmação de abusos em relação aos preços o proprietário será notificado, autuado e será instaurado o Processo Administrativo com sanções previstas na lei municipal embasada no Código de Defesa do Consumidor, bem como processo criminal conforme legislação cabível”, afirma.

Os dados são coletados, analisados pelo Procon-SL e disponibilizados nos serviços ao cidadão através do portal da Prefeitura.

A pesquisa está disponível aqui

Atendimento
O Procon-SL devido à pandemia está atendendo via e-mail procon@saoleopoldo.rs.gov.br , pelo wathsapp 9768 1252 e nos telefones 2200 0355 e 2200 0455. “Solicitamos que ao realizar a denúncia, nos informe detalhes através de foto, nota ou cupom fiscal de compra sempre encaminhado em anexo para que possamos resolver a demanda com presteza e eficiência”, frisa a fiscal Cibeli Prado.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo