Publicidade
DestaquePelotas

Pelotas: Quinzena do Pêssego segue com grande procura pela fruta

Com volume positivo de vendas, produtores levam pêssegos selecionados para as bancas instaladas no Centro e em bairros 

Desde a sexta-feira (27), consumidores podem adquirir pêssego diretamente de produtores. A 7ª Quinzena do Pêssego estende-se até o dia 11 de dezembro, com a Feira Municipal, com bancas no Centro e em bairros da cidade. A comercialização do fim de semana foi avaliada como surpreendente pelos organizadores e produtores.

“Apesar de termos uma Quinzena diferenciada neste ano, com a programação reduzida à Feira, essa modalizada de comercialização tem apresentado resultados surpreendentes, atribuídos à qualidade da produção de variedades de mesa, com sabor e aparência apurados”, salienta o secretário de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel.

Publicidade

Quinzena diferenciada

Neste ano, devido às restrições impostas como contenção à propagação do novo coronavírus, a Quinzena do Pêssego teve parte da programação cancelada. Não haverá inclusão do pêssego na merenda escolar, pela falta de atividades presenciais nas escolas, nem participação de restaurantes, com a fruta como ingrediente de pratos do cardápio e, também, não será realizada a festa de abertura oficial da colheita. Na Feira Municipal, específica para comercialização direta do produtor ao consumidor, recai a responsabilidade de divulgar a tradicional cultura e sua importância socioeconômica para o Município.

Palavra da Associação

O presidente da Associação de Produtores de Pêssego da Região de Pelotas, Mauro Scheunemann, destaca que a Quinzena foi criada para divulgar a cultura e a tradição da fruta na zona rural local. “Nas bancas da Feira Municipal, os consumidores podem saber detalhes sobre a produção dos pomares e até sobre o manejo dos pessegueiros. A venda direta traz ganhos ao comprador, porque o produtor leva para a banca a fruta saudável, garantida, novinha e de qualidade.”

Consumidores podem se informar sobre pomares e colheita – Fotos: Michel Corvello

Scheunemann enfatiza que a safra deste ano está melhor do que a de 2019, em sanidade, quantidade e qualidade. O secretário Jair Seidel destaca o bom resultado da produção de variedades de mesa, justificando a grande procura e aceitação pelo consumidor.

Locais da Feira

  • Largo Edmar Fetter – Mercado Central – de segundas a sábados;
  • Laranjal – sábados e domingos;
  • Terra Nova (Três Vendas) – segundas, quartas e sextas-feiras; e,
  • Fragata – avenida Duque de Caxias, defronte o Sicredi – terças e quintas-feiras.

As embalagens de 2,5 quilos, na Feira Municipal do Pêssego, são vendidas a R$ 10,00 e, as de um quilo, R$ 5,00. Nas bancas, O consumidor pode encontrar compotas e derivados da fruta, como geleia, suco e outros.

Safra 2020
A safra deste ano projeta a expectativa de colheita de aproximadamente 30 milhões de quilos (30 mil toneladas). A indústria adquire cerca de 80% da produção, que envolve, em média, 600 famílias da zona rural local, gera mais de 20 mil empregos diretos e indiretos e movimenta em torno de R$ 200 milhões em receita geral.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo