Pelotas

Prefeitura apresenta dados socioeconômicos de Pelotas

Levantamento é feito pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Turismo e Inovação

Nesta sexta-feira (9), a situação socioeconômica de Pelotas foi apresentada à prefeita Paula Mascarenhas. Os dados, colhidos pela Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), são referentes aos últimos 12 meses. O vice-prefeito, Idemar Barz, participou do encontro, realizado no Paço Municipal. A apresentação foi feita pelo secretário Gilmar Bazanella, o diretor de desenvolvimento, Diego Knorr, e o assessor de Planejamento, Leonardo Leonardi.

Informações referentes ao auxílio emergencial a famílias afetadas durante a pandemia do coronavírus, bem como o saldo de admissões e a comparação entre constituição e extinção de empresas foram expostos. Um dos pontos ressaltados pela chefe do Executivo municipal foi o número considerável de trabalhadores informais, que representam 17,3% da população pelotense.

Publicidade

“Pelotas teve um impacto menos negativo do que se imaginava. Se não fosse a pandemia da Covid-19, 2020 teria sido de um salto na economia”, explicou a gestora.

Os dados da análise são dos governos federal e estadual, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Junta Comercial do Estado (Jucis RS), da Secretaria Municipal da Fazenda e do Google Covid-19 Community Mobility Reports. Confira algumas informações apresentadas:

Auxílio emergencial
– Pessoas elegíveis: 98,7 mil
– Valor total: R$ 430,9 milhões

Publicidade

Saldo de admissões
– Janeiro de 2021: -414
– Fevereiro de 2021: +639

Saldo de admissões por setor
– Indústria: +28
– Comércio: -424
– Agropecuária: -36
– Serviços: -20
– Construção: +302

Saldo de admissões por sexo
– Masculino: +22
– Feminino: -172

Constituição e extinção de empresas em 2020
– Constituição: 3.981
– Extinção: 1.374
– Saldo: 2.607

Estimativa de trabalhadores informais
– 69,4 mil = 17,3% da população

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo