PelotasSaúde

Pelotas inicia vacinação contra a gripe

Cerca de 400 pessoas foram vacinadas; crianças (de 6 meses a menores de 2 anos), gestantes, puérperas e indígenas são público-alvo até dia 16

O compromisso da tarde dessa segunda-feira (12), da massoterapeuta Juliana Oliveira, foi levar Miguel de 1 ano e 6 meses para vaciná-lo. A mãe aproveitou o primeiro dia da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe para garantir a proteção do menino. Crianças, como Miguel, com idades entre 6 meses e menores de 2 anos, gestantes, mulheres que recém foram mães – as puérperas – e indígenas fazem parte do grupo prioritário que deverá ser vacinado até dia 16 de abril, em Pelotas.

O movimento tranquilo na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Porto, onde Juliana esteve com Miguel para receber a injeção, se repetiu em boa parte das UBSs. O choro do bebê foi compensado pela certeza de estar protegendo, de graça, o filho.

Publicidade

“Somos privilegiados no Brasil; podemos proteger nossos filhos das doenças graças ao SUS, então temos que valorizar e aproveitar a oportunidade”, disse Juliana, com Miguel já sorridente ao deixar a Unidade.

Primeiro dia

Na UBS Bom Jesus, a dona de casa Carina Silva, 42 anos, grávida de 34 semanas, foi garantir a imunização antes do parto. “Daqui a pouco ganho meu filho e então preciso estar imunizada, por isso vim no primeiro dia da campanha”, disse a gestante.

Na UBS Dunas, poucos pais esperavam a imunização das crianças no lado externo do prédio, mantendo o distanciamento – como orienta o protocolo de enfrentamento à pandemia.

Publicidade

Público estimado

A cabeleireira Debora aproveitou a folga para vacinar o pequeno Bernardo, de 1 ano e 11 meses. “Só tenho hoje para trazê-lo, e, como acho importante prevenir, estamos aqui”, disse a mãe ao acalmar o bebê pouco depois de receber a dose.

Durante a segunda-feira, a SMS imunizou cerca de 400 pessoas contra a gripe. A estimativa é de que mais de 25,5 mil integrantes do primeiro grupo prioritário sejam vacinados.

Locais para vacinação

A vacinação contra o vírus Influenza, para o público-alvo da primeira etapa da campanha, pode ser feita:

no Centro de Especialidades, localizado na rua Voluntários da Pátria, 1.420 ─ mil doses disponibilizadas; e
nas UBSs localizadas nos bairros ─ de 200 a 400 doses disponibilizadas.

Logística e horário

As UBSs atenderão a partir da distribuição de fichas e conforme a capacidade diária operacional. Em caso de público excedente, haverá agendamento para o próximo dia, de acordo com a quantidade de doses disponíveis.

No Centro de Especialidades e nas UBSs, a vacinação contra a gripe ocorre das 13h30min às 16h30min. Na Colônia, as unidades funcionam em horários específicos.

Acesse aqui para saber os endereços das Unidades Básicas de Saúde.

Atenção às orientações

No caso de algum integrante desse grupo ter tomado a vacina contra a Covid-19 ou estar agendada a vacinação, a orientação da Vigilância Epidemiológica é que deve haver um intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação das vacinas.

Se a pessoa apresentar algum sintoma de infecção pelo coronavírus, a SMS recomenda a suspensão da vacinação contra o vírus Influenza, até a recuperação clínica total e, ao menos, um período de quatro semanas após o início dos sintomas ou, estando assintomática, quatro semanas depois do diagnóstico.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo