Caxias do Sul

Prefeitura conjectura retorno do Projeto Floresça Caxias

Programa trata sobre adoção de áreas verdes públicas por meio de parcerias com setor privado

Nesta sexta-feira (23/04), a vice-prefeita Paula Ioris reuniu-se com a secretária do Planejamento, Margarete Bender, e com a coordenadora de legislação da Secretaria do Meio Ambiente (SEMMA), Luzia Oss, para tratar sobre a reestruturação do Projeto Floresça Caxias. Também participou Tiago Fiamenghi, representante da empresa Viva Cidade, interessada na adoção da Praça da Bandeira.

Iniciado em 2014, o programa é gerenciado pela SEMMA e media a cooperação entre o Município de Caxias do Sul e a sociedade para adoção de espaços em áreas verdes públicas, como parques, canteiros, jardins, praças, rótulas e viadutos, com bem como outros espaços passíveis de ajardinamento e ou arborização urbana. O encontro teve como objetivo discutir os primeiros passos para a formulação de uma nova legislação, que leve em conta as demandas do município e do setor privado, buscando facilitar o processo e torná-lo menos burocrático.

A secretária do Planejamento destaca que um dos principais focos do projeto é promover a revitalização e modernização de espaços públicos para que se tornem mais atrativos à comunidade. Margarete também pondera que as pessoas são mais atraídas quando os locais oferecem algum serviço, o que torna necessário fazer com que os espaços sejam úteis, o que será possível por meio da atualização da legislação. Essa medida também garantirá arrecadação para a manutenção, fazendo com que a iniciativa se torne autossustentável.

Paula Ioris considera muito importante que os espaços públicos estejam com a manutenção em dia para que a população se sinta atraída a frequentar. “A intenção de retomar essa legislação em Caxias, da adoção de praças, é antiga de minha parte, e ela está muito forte no nosso plano de governo. Acreditamos muito que os espaços públicos precisam estar bonitos, limpos e ocupados. E contar com a iniciativa privada para isso, além de ajudar o Município a dar conta de toda essa demanda, também faz com que mude a cultura das pessoas, para que se sintam parte do processo. É isso o que estamos buscando construir”, pontuou a vice-prefeita.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo