Canoas

Canoas participa de pesquisa de vacina contra a Covid-19 em gestantes

Canoas participa de duas importantes pesquisas internacionais no primeiro semestre de 2021. O Centro de Pesquisa Clínica e Populacional do Hospital Universitário se prepara para iniciar os testes de vacina contra a Covid-19 em gestantes. O estudo deve ter início até o final do primeiro semestre. Para maio, está prevista a chegada do freezer indicado para o armazenamento do imunizante.

Publicidade

Participarão do estudo mulheres que estejam no terceiro trimestre da gestação. O objetivo central será analisar se os anticorpos produzidos pela mãe são passados para o filho, explica o responsável pela pesquisa, o médico Paulo Nader.

Com esse mesmo foco, deverá ter início, ainda na primeira semana de maio, pesquisa em gestantes envolvendo uma vacina contra o vírus sincicial respiratório. O vírus, que acomete 90% dos bebês no primeiro ano de vida, está associado à bronquiolite, que pode levar à internação e, até mesmo, ao óbito da criança. “Seremos um dos poucos centros do país a participar desse estudo”, afirma Nader.

Perfil das participantes

Ambos estudos são voltados a mulheres que estejam no terceiro trimestre da gestação. É preciso estar fazendo pré-natal em uma unidade básica de saúde do município e a gestação não pode ser de risco. Por envolver a criança, a participação no estudo depende da autorização da mãe e do pai.

Um grupo receberá a vacina, enquanto em outro ocorrerá a aplicação de placebo. As participantes serão acompanhadas até o final da gestação, e os bebês, ao longo do primeiro ano de vida. Cada pesquisa abrangerá pelo menos 50 grávidas. Na UBS será feita uma espécie de triagem entre as interessadas para identificar quem se enquadra no perfil dos estudos.

Centro de Pesquisa Clínica do HU

Inaugurado em 2012, o Centro de Pesquisa Clínica e Populacional do Hospital Universitário, reconhecido pela excelência do trabalho desenvolvido no país, está perto de completar dez anos em Canoas. O serviço é voltado a estudos clínicos para teste de eficácia e segurança de medicamentos e vacinas.

Coordenador do Centro desde a fundação, o médico Euler Manenti destaca que as áreas principais de estudo são a cardiovascular e o diabetes tipo 2. Agora, a partir das novas pesquisas, estende a atuação também para a Neonatologia e Pediatria. “Nesses quase dez anos, já participamos de inúmeras pesquisas, nacionais e internacionais, de medicamentos hoje consagrados”, afirma.

Atualmente, estão em desenvolvimento 11 projetos de pesquisa, com foco na Covid-19, no risco cardiovascular, na insuficiência cardíaca, no infarto agudo do miocárdio e na diabetes. A partir dos estudos clínicos, as equipes podem optar por um tratamento de forma segura e mais eficaz para o paciente.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo