Caxias do SulRio Grande do Sul

Antiquário na Serra Gaúcha implanta e-commerce e passa a vender 70% online

O Art Rarus, que dispõe de um acervo de raridades com cerca de 1500 itens, celebra resultados de vendas no e-commerce.

O tradicional antiquário caxiense Art Rarus, que desde 2018 tem o nome da empresária Michele Censi à frente dos negócios, comemora os resultados expressivos impulsionados pela implementação de uma plataforma de vendas online que possibilitou a ampliação da área de atuação. Antes restrito a apreciadores de antiguidades residentes na Serra Gaúcha e arredores, hoje Michele celebra que seu acervo seja disponibilizado virtualmente para clientes de todo o Brasil. Atualmente, 70% das vendas do Art Rarus são feitas pelo e-commerce e a maior parte dos compradores são das regiões Sul, Sudeste e Nordeste.

“Sempre acreditei no marketing de relacionamento, nas ações presenciais, na importância das experiências vividas pelos clientes no antiquário. Porém, com a chegada da pandemia e o fechamento do comércio em março de 2020, o projeto de implementação do e-commerce precisou sair do papel de forma mais rápida que o esperado”, conta Michele. Pensar na logística de envio e embalagem de peças raras e delicadas foi um desafio que precisou ser muito bem pensado, entretanto, a entrega rápida e personalizada, acabou se transformando em uma agradável experiência de compra para o cliente. Em três meses, os milhares de itens do antiquário passaram a estar disponíveis em uma espécie de estante virtual que transita entre o site e o instagram.

Conhecido pela confiabilidade e qualidade de seu acervo, o antiquário que comemorou em abril 14 anos, possui inúmeras peças como móveis, obras de arte e objetos de decoração, em um acervo de raridades com cerca de 1.500 itens. É possível encontrar peças de diferentes períodos da história da humanidade, assim como itens que pertenceram às monarquias europeias. Adornos como cristais, pratarias, esculturas, lustres, tapetes e porcelanas também fazem parte da seleção do antiquário.

Entre as peças de grande valor histórico, destaque para as esculturas de papagaios em porcelana da Cia das Índias, datados de 1710; o relógio francês estilo Boulle, de 1891; e os móveis da famosa manufatura francesa Maison Jansen, além de obras de importantes artistas nacionais como Iberê Camargo, Antonio Poteiro, Cícero Dias, Carybé e Alfredo Volpi. Os valores dos itens garimpados pelo mundo por Michele chegam a R$ 38 mil – a exclusividade e a autenticidade das peças são objeto de desejo para aqueles que prezam pela arte e pela valorização das técnicas que se perderam no tempo.

Adornos como cristais, pratarias, esculturas, lustres, tapetes e porcelanas também fazem parte da seleção do antiquário

A empreendedora diz que o perfil do cliente que busca antiguidades atualmente vai além do colecionador ou apreciador. “Há um número crescente de novos compradores vindos da geração mais jovem, que além do interesse pela qualidade reconhecida das peças, preza também pela valorização de objetos com significado, em busca do consumo consciente”. Sobre os quase três anos de gestão do importante espaço dedicado à arte, a empresária avalia de forma muito positiva. “Considero que consegui unir de forma bastante satisfatória a minha paixão por antiguidades e a expertise em outros mercados para amadurecer o negócio de forma profissional”, diz. Para os próximos períodos, Michele Censi segue forte nas estratégias online e com esperança de muito em breve poder resgatar as ações de relacionamento com o cliente no Art Rarus.

O antiquário está atendendo de segunda a sexta-feira, das 9hs às 12hs e das 13hs às 18hs e aos sábados com horário marcado, na Rua Bento Gonçalves, 1354, no Centro de Caxias do Sul. Seu acervo pode ser acessado virtualmente pelo site www.artrarus.com.br, com entrega para todas as regiões do Brasil.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo