Caxias do Sul

Festa rave em Forqueta tinha 130 pessoas, ecstasy, LSD e maconha

Organizadora do evento e mais oito pessoas foram conduzidas à delegacia

A Fiscalização, no final da noite desse sábado (15/05), terminou com uma festa clandestina rave em Forqueta, no interior de Caxias do Sul.

No espaço, localizado na Estrada Municipal Nossa Senhora da Salete, haviam 130 pessoas. Dessas, nove foram conduzidas à delegacia, entre eles a organizadora do evento. Foram lavrados 107 termos circunstanciados pela BM e 130 autuações administrativas foram preenchidas pelos órgãos municipais. O grupo irá responder por crime contra à saúde pública.

Durante revista aos participantes, foi encontrado um grande número de entorpecentes como ecstasy, LSD e maconha, além de uma quantidade em dinheiro. Todas estas drogas apresentam alto risco a saúde, principalmente para quem usa pela primeira vez, pois podem casuar distúrbios cardíacos e psíquicos, muitas vezes com danos irreversíveis e até fatais.

João Uez relata que as festas em residências e em chácaras particulares têm sido responsável pelo maior percentual de denúncias. “Essa festa, muito bem organizada, com lista de presença, máquina de cartão para pagar ingresso e consumo e até mesmo pulseira vip, é um desafio para a equipe de inteligência. Porém, essas aglomerações resultam em um número expressivo de denúncias da comunidade que nos auxiliam no combate à disseminação da covid”, explica o secretário Municipal de Urbanismo.

A Fiscalização de Trânsito abordou 61 veículos, sendo que um deles foi recolhido, e emitiu 18 autuações. Dois condutores não possuíam habilitação e 10 documentos foram recolhidos. Onze condutores foram flagrados dirigindo sob influência de álcool.

Fizeram parte da ação os fiscais das secretarias do Urbanismo, Saúde e Meio Ambiente, acompanhados pela Guarda Municipal, Brigada Militar, Polícia Civil e Fiscalização de Trânsito.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo