Publicidade
AgronegócioCaxias do Sul

Caxias do Sul: produtores rurais já podem encomendar sementes de milho

Serão oferecidas variedades transgênicas e convencionais no Programa Troca-troca, Safra 2020-2021

A Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Caxias do Sul (SMAPA) informa que, a partir desta segunda-feira (07.06), produtores rurais já podem fazer encomendas de sementes de milho do Programa Troca-troca para a safra 2021-2022. O procedimento pode ser realizado nas subprefeituras de Criúva, Vila Seca, Fazenda Souza e Santa Lúcia do Piaí. Agricultores do 1º Distrito, Galópolis, Vila Oliva, Forqueta e Ana Rech, devem fazer as inscrições na sede da SMAPA (Rua Moreira César, 1686, Pio X).

Para safra 2021-2022 serão oferecidas as variedades SG 60V18 Pro2, SG 60V20 Top2 e 22S18 Top2 (transgênicas) e 20A35 e BM 207 (convencionais). Um dos maiores desafios dos técnicos foi a escolha de variedades que possam tolerar a praga da cigarrinha do milho. “Na última safra, muitos produtores da região tiveram sérios prejuízos com a cigarrinha. Por isso, conforme as empresas beneficiadoras das sementes, todas as variedades que estão sendo oferecidas são tolerantes ou moderadamente tolerantes a esta praga”, explica o técnico agrícola da SMAPA, Rudinei Giacomelli. Ele lembra que “tolerância não é resistência”, por isso serão necessárias medidas preventivas contra a praga. “Os agricultores devem procurar orientação técnica antes de plantar a nova safra”, acrescenta.

Para fazer a encomenda é necessário apresentar documento de identidade, CPF e talão do produtor. Cada talão pode registrar a encomenda de até quatro sacas (com 60 mil sementes cada). O Programa Troca-troca de Sementes é uma parceria da Prefeitura de Caxias do Sul com o Governo do Rio Grande do Sul.

Com relação aos boletos da safra passada (segunda parcela de transgênico e parcela única do milho convencional), que venceu em 30 de abril, os novos boletos de pagamento com vencimento até julho/2021 estarão à disposição dos produtores a partir da metade de junho. O adiamento foi determinado pela coordenação estadual do Programa.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 3290-3804.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo