São LeopoldoVale do Sinos

200 anos da Imigração Alemã é tema debatido por dirigentes culturais do Vale do Sinos

Na tarde de sexta-feira, 18 de junho, São Leopoldo sediou a reunião da Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars) com dirigentes culturais do Vale do Sinos para debater sobre os 200 anos da imigração alemã no Brasil, que serão completados em 2024. O encontro aconteceu no Museu do Rio dos Sinos, que é o prédio mais antigo de São Leopoldo e ponto turístico da cidade.

A reunião tratou sobre as melhorias nos centros históricos das cidades e eventos que serão realizadas em alusão aos 200 anos da imigração alemã no Brasil, para que os municípios da reunião possam promover a história e seus pontos turísticos.

O secretário de Cultura e Relações Internacionais de São Leopoldo, Pedro Vasconcellos, acredita ser importante a união dos municípios do Vale dos Sinos. “É um passo importante para a articulação de um comitê regional da imigração alemã na região”, destacou.

Estiveram também na reunião o assessor de gestão ambiental, Daniel Sauer e os dirigentes culturais das cidades de Campo Bom, Dois Irmãos, Lindolfo Collor, Sapiranga, Estância Velha e Araricá.

São Leopoldo, que é o berço da colonização alemã no Brasil, completa 200 anos em 2024.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo