Pelotas

Bairro Laranjal completa 70 anos com programação especial

Ações da Prefeitura na beira da praia, no último final de semana deste mês, irão marcar a data que entrou para o calendário oficial da cidade

Para comemorar o aniversário do bairro Laranjal, que completa 70 anos em 2022, a Prefeitura de Pelotas promove, no sábado (29), a partir das 10h, um evento ao ar livre que irá reunir, nos arredores da Casa da Praia, na orla, atividades de cultura, economia, meio ambiente e lazer. As secretarias de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), de Qualidade Ambiental (SQA), e de Cultura (Secult), junto com o Sanep e o Sesc prepararam uma programação que envolve ação solidária de arrecadação de alimentos, divulgação e incentivo ao reuso do óleo de cozinha, além de campeonato esportivo e feira de artesanato (programação completa abaixo).

O dia 31 de janeiro entrou para o calendário oficial do Município como a data de aniversário do Laranjal porque, neste mesmo dia, no ano de 1952, ocorreu uma cerimônia no local para oficializar o início do loteamento do balneário que até então era uma estância rural, sem acesso público à Lagoa dos Patos.

O aniversário do Laranjal tornou-se um evento oficializado por lei assinada pela prefeita Paula Mascarenhas em outubro de 2021, proposta pela vereadora Marisa Schwarzer (PSB). Portanto, este é o primeiro ano em que a data é comemorada oficialmente pela Prefeitura. O titular da Sdeti, Gilmar Bazanella considera a comemoração um ato de respeito à história. “O Laranjal, mais do que um bairro, é o local mais utilizado pelo pelotense como lazer, além de ter um grande potencial turístico. Temos muito a comemorar nesta data”, afirmou o secretário.

Confira a programação completa das atividades em comemoração ao aniversário de 70 anos do Laranjal

Dia 29/01, a partir das 10h
Local – Entorno da Casa da Praia SESC/Prefeitura Municipal de Pelotas

  • Ação solidária: Troca de alimentos não perecíveis por mudas de flores
  • Presença do Núcleo de Educação Ambiental em Saneamento (Neas) para divulgação das iniciativas ambientais à população
  • Distribuição das amostras de produtos de limpeza (sabão e detergente) produzidas através do projeto Óleo Sustentável
  • Feira de Artesanato com venda de produtos de expositores do Mercado das Pulgas, dos expositores de suculentas e da Associação Pelotense dos Artesãos
  • Campeonato de Futevôlei e Beach Tênis, com inscrições no SESC ou pelo telefone (53) 3225-6093 até dia 24 de janeiro.

Breve história do Laranjal

Orla do Laranjal – 31/01/1952 – Acervo da família Assumpção
A história do bairro está viva e documentada pela família de Antônio Augusto de Assumpção Júnior, que urbanizou parte de suas terras rurais, denominadas Estância Laranjal, para abrir ruas de acesso à Lagoa dos Patos e criar loteamentos para fins residenciais. Ivone Tavares de Assumpção Alves, a filha, que tinha cinco anos na época, guarda os registros em cartas, jornais e documentos oficiais. Ela confirmou que o nome Laranjal deve-se ao grande pomar de citrus que havia no local e fazia parte das atividades econômicas rurais desenvolvidas na propriedade, na época.

Cerimônia de inauguração do Loteamento Residencial Balneário Santo Antônio, em 31 de janeiro de 1952. Fotos: Acervo da família Assumpção

O bairro Laranjal nasceu com a construção do Balneário Santo Antônio inaugurado em 31 de janeiro de 1952. Posteriormente, surgiram os balneários de Nossa Senhora dos Prazeres, em 1953, e o Valverde, em 1957. O início da urbanização ocorreu por iniciativa própria de Assumpção Júnior, que transformou o campo em loteamento, com abertura de ruas, demarcação de terrenos e instalação de redes de drenagem.

Dona Ivone tem registros da exigência do pai em preservar a flora nativa, proibindo a derrubada de qualquer árvore das espécies figueira e coqueiro (jerivá), que marcam a paisagem local até os dias de hoje. “Ele determinou que se alguma figueira atrapalhasse o planejamento de abertura de ruas, que a árvore fosse mantida e o caminho alterado. Por isso vemos muitas ruas que contornam as grandes figueiras centenárias no bairro”, contou a filha.

O Engenheiro Adolfo Bender foi contratado para garantir a conservação das espécies nativas e realizar o plantio planejado na orla, que garante, atualmente, além da beleza, bastante sombra a quem frequenta a praia.

Para oficializar a inauguração do Loteamento Residencial Balneário Santo Antônio, em 31 de janeiro de 1952, houve uma procissão saindo da Estância Laranjal rumo à ermida (local de orações), onde hoje localiza-se a igreja que leva o nome do santo. Uma missa campal realizada por Dom Antônio Zattera abençoou a iniciativa. À noite houve uma festa na Taberna da Lagoa, onde atualmente funciona uma padaria ao lado do Centro Comercial Mar de Dentro.

A Estância Laranjal, que até hoje é a moradia da família, está passando, novamente, por mais um processo de loteamento em parceria com uma construtora local. O novo empreendimento prevê um condomínio residencial e ruas de acesso público onde estará a casa principal da estância que será um memorial com a história do Laranjal, desde o século XVIII, quando foi entregue como sesmaria ao coronel Thomaz Luiz Osório pela coroa portuguesa.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo