CanoasVale do Sinos

Canoas vai integrar câmeras privadas ao sistema de videomonitoramento municipal

Esta cooperação deve ajudar nas investigações e ocorrências policiais na cidade

Canoas vai integrar câmeras privadas ao sistema de videomonitoramento municipal. Este novo sistema deve ajudar nas investigações e ocorrências policiais em Canoas.

Publicidade

Nesta terça-feira (12), o prefeito em exercício Nedy de Vargas Marques assinou o edital para abertura de inscrições ao Termo de Credenciamento ao PICI – Programa Interação Comunitária Inteligente -, com integração de câmeras privadas (direcionadas ao público) ao Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

“O videomonitoramento é uma ferramenta essencial no combate à criminalidade, que qualifica a atuação da nossa Guarda Municipal e das forças de segurança pública e garante maior proteção aos canoenses”, afirma o prefeito.

Participação de moradores e empresários

A meta é interligar 100 câmeras em até 120 dias. Atualmente, a Prefeitura conta com 107 câmeras próprias de videomonitoramento instaladas em diferentes pontos da cidade. O programa possibilitará que pessoas e entidades representativas interessadas possam compartilhar imagens de câmeras de videomonitoramento de circuito fechado de televisão (CFTV), particulares ou corporativas, direcionadas ao espaço público. O mesmo permitirá o envio ou o acesso remoto destas imagens diretamente ao Centro Integrado de Comando e Controle do Município – CICC-M.

A Prefeitura começa a receber inscrições da população e empresários que desejam compartilhar as imagens capturadas pelas suas câmeras de segurança através de sistema interligado com a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Civil.

Interessados podem acessar o formulário no site da Prefeitura de Canoas. Esse cadastro formalizará a adesão ao Termo de Credenciamento com o Município de Canoas, visando à implementação de ações conjuntas que assegurem a realização do Programa Interação Comunitária Inteligente – PICI.

“Esta integração, das câmeras privadas ao Centro Integrado de Comando e Controle da Prefeitura de Canoas, certamente, vai colaborar para o trabalho de prevenção e enfrentamento à violência, aproximando vários setores dos órgãos de segurança”, observa o secretário municipal de Segurança Pública e Defesa Civil, delegado Emerson Wendt. Ele destaca que nos últimos dias duas empresas já estão em fase de teste com a nova metodologia.

Uma das empresas que aceitou participar do teste e já disponibiliza imagens de suas câmeras de segurança fica no Parque Canoas de Inovação (PCI). Para o diretor superintendente da Exatron, Regis Sell Haurbert, o projeto representa um movimento importante para garantir mais segurança para toda a comunidade. “Nossa empresa conta com o trabalho privado de monitoramento de imagens. Mas, resolvemos aderir ao Programa para colaborar com o trabalho da Guarda Municipal preocupada com a segurança da população”, pontuou o empresário.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo