Geral

Montenegro aumentará número de castrações de animais

Meta é o aumento de 10 para 100 procedimentos mensais

A Prefeitura de Montenegro, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), abre, nesta semana, o cadastramento de empresas interessadas em participar do Chamamento Público para a realização de castrações de cães e gatos na cidade. A meta é o aumento de 10 para 100 procedimentos mensais em animais no município.

Além das castrações, a contratação também abrangerá o atendimento pós-operatório em casos excepcionais, a implantação do microchip universal, diárias emergenciais e horas atendimento. A clínica interessada deverá se credenciar, entregando os documentos até o dia 3 de junho, na sede da SMMA, na rua Apolinário de Moraes, 1.705, das 8h às 12h e das 13h30 às 16h30.

Publicidade

Documentação

Os documentos necessários para o cadastramento e as condições e informações dos serviços a serem prestados estão disponíveis no edital.

Investimento

No total, serão investidos mais de R$ 200 mil nessa demanda. Esses valores são oriundos das emendas impositivas da Câmara Municipal de Montenegro e do Projeto Melhores Amigos, do Governo do Estado, que foram integrados ao orçamento do Município. Os vereadores que destinaram recursos são Ana Paula Machado (PTB) e Gustavo Oliveira (Progressistas).

Publicidade

Atendimento a animais doentes

Ainda neste mês, a Administração Municipal enviou à Câmara um outro projeto envolvendo a causa animal. A iniciativa prevê abertura de crédito especial, no valor de R$ 250 mil, para atender a antigas demandas dos defensores dos animais, como a necessidade de verbas para atendimentos, em casos de doença ou atropelamento, por exemplo.

Entre os procedimentos contemplados, estão consultas veterinárias com sedação, realização de partos, atendimentos a casos de queimaduras e ferimentos, eutanásia, além de exames variados, como radiografias e hemogramas. A Administração também já abriu processo para o cadastramento de empresas interessadas em prestar estes serviços.

Botão Voltar ao topo