DestaqueGeral

Verão aumenta os riscos de superaquecimento do motor do seu carro

Compreenda o impacto do calor e do trânsito nos automóveis e como prevenir a quebra do motor.

O superaquecimento do motor é uma questão séria, principalmente durante o verão. Esta estação traz um risco acentuado para os componentes vitais do motor, como a junta e o cabeçote, devido às temperaturas elevadas e às condições desafiadoras do tráfego intenso. Especialistas da TAKAO, líder no mercado automotivo e parte da Goop Distribuidora, salientam a importância de estar atento a estes fatores durante os meses mais quentes.

Superaquecimento no verão, engarrafamentos e baixa ventilação

Durante o verão, o calor extremo já impõe um desafio adicional ao sistema de arrefecimento do veículo. Em engarrafamentos, com o veículo frequentemente no modo arranca e para, a situação se agrava. A baixa velocidade reduz a eficiência da ventoinha do radiador, um componente crucial para manter a temperatura do motor sob controle. Em muitos casos, a ventoinha pode falhar em acionar devido a defeitos elétricos ou mecânicos, exacerbando o problema.

Publicidade

Consequências do superaquecimento em condições de trânsito

Nestas condições, o motor tende a aquecer rapidamente. A circulação inadequada do líquido de arrefecimento, combinada com as altas temperaturas externas, leva a um aumento significativo na temperatura interna do motor. Isso pode resultar em danos graves, como a queima da junta de vedação, trincas ou empenos no cabeçote. Tais danos não apenas interrompem o funcionamento do veículo, mas também requerem reparos complexos e dispendiosos.

Motor fumegante mostra sinais de falta de manutenção – Foto por: Joebelanger

Custos dos reparos e tempo na oficina

Como já mencionado, o diagnóstico desses problemas exige uma inspeção detalhada. Os reparos podem variar desde a substituição da junta, um procedimento mais acessível, até a necessidade de retificar ou substituir um cabeçote danificado. Estes últimos são procedimentos caros e que demandam uma permanência prolongada do veículo na oficina.

Publicidade

Prevenção e manutenção são a chave para evitar problemas

A prevenção continua sendo a melhor estratégia. A manutenção regular do sistema de arrefecimento é essencial, especialmente antes e durante os meses de verão. Verificar o nível do líquido de arrefecimento, assegurar o funcionamento adequado da ventoinha do radiador e atentar para quaisquer sinais de desgaste são medidas fundamentais para evitar o superaquecimento e proteger o motor de danos graves e custosos. A atenção a esses detalhes é crucial para garantir a longevidade e o desempenho eficiente do veículo, principalmente em condições adversas de tráfego e climáticas típicas do verão.

Motor aberto na oficina para avaliação dos danos – Foto por: StudioPeace

“A realização de revisões preventivas, de acordo com o manual do fabricante, é ainda a melhor maneira de se evitar riscos à integridade do veículo. Muitas panes severas começam com pequenas falhas que poderiam ter sido solucionadas em uma simples revisão de rotina”, complementa Silva.

Sobre a TAKAO

A TAKAO, marca para componentes para motor, comercializada pela Goop Distribuidora, empresa com 22 anos de tradição no mercado do aftermarket automotivo. De capital 100% nacional, é a segunda marca de componentes para motor mais lembrada pelos mecânicos. Atende 95% da frota circulante, com mais 6300 itens, dispostos em 23 famílias de produtos para aplicação em automóveis, picapes, comerciais leves e vans. Conta com 18 centros de distribuição, localizados estrategicamente em 13 estados e 18 diferentes cidades. Essa estrutura permite atender à demanda dos clientes com agilidade e pontualidade em todo o território nacional.

Botão Voltar ao topo