DestaqueGeralNegócios

Programa Capital Empreendedor é lançado em Florianópolis

O Programa Startup SC, do Sebrae/SC lançou ontem (17), o programa Capital Empreendedor. Os participantes puderam conhecer e tirar suas dúvidas sobre o Programa, que abriu hoje (18) as inscrições para os interessados. Os empreendedores participaram de quatro painéis com conteúdos sobre o universo das Startups e investimentos.

O coordenador do Capital Empreendedor, Roberto Tavares, conta que as inscrições seguem até o dia 3 de maio e que, depois disso, serão anunciados os 30 selecionados. “Os primeiros selecionados irão participar de um workshop entre os dias 22 e 24 de maio em que participarão de uma metodologia de avaliação que irá detectar o nível de maturidade das empresas. Além disso, neste momento, eles terão uma primeira aproximação com os investidores”, explica Roberto.

Durante esse workshop, os investidores e mentores irão selecionar dez empresas que passam para a segunda fase, em que receberão uma mentoria de negócios e de comportamento. Esses dez terão contato mais aproximado com os investidores e, a partir de então, serão selecionados 3 empresas que irão participar de um circuito de investidores em São Paulo, nos dias 30 e 31 de outubro. “Essa mentoria comportamental é um diferencial do programa. Muitos empresários têm uma boa ideia e um bom negócio, mas nem sempre tem um perfil comunicativo que reforce a sua capacidade de atuação. Isso que iremos trabalhar durante o programa”, comenta Roberto.

O empresário Ramon Hoshino, Ceo da Enlizt, participou do evento de lançamento e conta que gostou da metodologia. “Já participo do Startup SC e achei muito interessante essa dinâmica de aproximação com os investidores. Vou buscar mais informações sobre o programa para me inscrever”, comenta.
As inscrições podem ser feitas pelo site https://www.startupsc.com.br/capital-empreendedor/

Sobre o Capital Empreendedor
O capital empreendedor, também conhecido como capital ou investimento de risco é uma das formas que os empresários têm de captar recursos para colocar em prática os planos e projetos em longo prazo das empresas. Nessa forma de financiamento, um investidor – chamado de investidor de risco – emprega recursos no negócio em troca de participação societária, geralmente minoritária, de uma empresa de capital fechado. Esse aporte pode ocorrer tanto em negócios que estão começando, até nos mais consolidados, que já possuem uma grande operação, mas precisam de recursos para continuar crescendo.

O projeto já foi executado em cinco Estados brasileiros e tem como objetivo preparar os empresários para os processos que envolvem o investimento de risco e os critérios de decisão dos investidores. Entre as principais atividades estão a preparação prática dos empreendedores sobre capital empreendedor, mentoria de negócios e mentoria comportamental e a rodada de negócios com investidores por meio do circuito de investimentos.

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios