Caxias do SulSerra Gaúcha

Projeto sobre mercado de trabalho e superação do bullying em escolas de Caxias do Sul

Em 2018 foram 14 edições com 1,8 mil jovens envolvidos

A Coordenadoria da Juventude, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social (SMSPPS), atendeu 2,1 mil jovens no projeto Jovens do Futuro no primeiro semestre do ano. De março a junho foram promovidas 23 edições da palestra, que busca estimular a reflexão sobre como a postura em ambiente escolar fará a diferença em uma futura indicação a uma vaga de trabalho. O índice supera os números atingidos pelo projeto no ano passado, tanto em edições realizadas como em participantes. Em 2018 foram 14 palestras com 1,8 mil jovens envolvidos.

O projeto, que conta com o apoio das Escolas e Faculdades QI, tem como objetivo proporcionar aos estudantes de escolas da rede pública uma visão mais abrangente sobre o ingresso no mundo do trabalho, repassando informações e orientações para que os jovens possam desenvolver habilidades e competências para a construção de seu próprio futuro. “A importância de cultivar o respeito, combater o bullying e mostrar a força da educação, no projeto de vida desses jovens, são alguns dos pontos que norteiam essa ação”, explica Lucas Guarnieri, titular da Coordenadoria da Juventude.

Publicidade
Fotos: Divulgação/SMSPPS/PMCS

As palestras são ministradas pelas voluntárias Alessandra Réus (com foco na superação do bullying e atitudes vencedoras) e Juliani Neves (sobre inserção no mercado de trabalho e respeito interpessoal). Após esses encontros, os participantes também são convidados para atendimentos individuais, com orientações e esclarecimentos adicionais. “Procuramos atender os estudantes desde as turmas de sexto ano do Ensino Fundamental até o terceiro ano do Ensino Médio, bem como turmas de aceleração, entendendo que o tema é fundamental para a formação pessoal do jovem que vai vivenciar suas primeiras experiências profissionais, seja como jovem aprendiz, estagiário ou já em um emprego efetivo”, destaca Guarnieri.

O projeto já passou pelas escolas estaduais Matteo Gianella, Érico Veríssimo e Província de Mendonza e pelas escolas municipais Alberto Pasqualini, Américo Ribeiro Mendes, Fermino Ferronato, Fioravante Webber, Governador Leonel Brizola, José Protázio Soares de Souza, Luiz Antunes, Luiz Covolan, Papa João XXIII, Paulo Freire, Santa Corona, Vila Lobos e Zélia Rodrigues Furtado.

Jovens pelo Direito ao Trabalho

Esse é um dos projetos do Programa Jovens pelo Direito ao Trabalho, de apoio à aprendizagem profissional e inserção ao mundo do trabalho, desenvolvido pela Coordenadoria da Juventude na atual administração. Ações como o Mural de Vagas, para cursos de formação de jovem aprendiz, a Feira de Oportunidades da Aprendizagem Profissional, que reuniu 150 pessoas em abril na prefeitura, e o curso Inova Jovem, voltado ao fomento do empreendedorismo entre a juventude, integram o programa.

Publicidade

No primeiro semestre de 2019, a Coordenadoria da Juventude atingiu, por meio dos seus três programas – além do Jovens pelo Direito ao Trabalho, a unidade desenvolve os programas de Promoção dos Direitos da Juventude e Jovens por uma Cultura de Paz – um público de cerca de 4,5 mil.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar