DestaqueNegóciosSão Leopoldo

STIHL inicia a construção de novo prédio em sua planta industrial de São Leopoldo

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, autoridades locais e lideranças da empresa acompanharam a solenidade que marca o início das obras

A STIHL promoveu uma solenidade para o início das obras do novo Prédio de Montagem de Máquinas, empreendimento que dá sequência ao pacote de projetos com total de R$ 500 milhões a serem investidos na unidade brasileira até 2023. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, participou da cerimônia nesta quinta-feira (19), na sede da STIHL Brasil (Av. São Borja, 3000 – Distrito Industrial / São Leopoldo). Além dele, Cláudio Guenther, presidente da STIHL Brasil, recebeu para a solenidade Ary Vanazzi, prefeito de São Leopoldo; Sérgio de Bortoli Galera, presidente do Sindimetal; Oldemar Plantikow Brahm, presidente da ACIST-SL; outros representantes e funcionários da Empresa envolvidos neste projeto.

O novo Prédio Industrial da STIHL, que contará com processos de injeção de plásticos, usinagem e pintura de peças de magnésio, tratamento térmico de virabrequim e montagem dos equipamentos (motosserra, roçadeira, pulverizadores, sopradores etc.), terá um investimento total de R$ 67 milhões e irá modernizar ainda mais o parque fabril da marca, tendo em vista a tecnologia de ponta das instalações. A obra irá gerar mais de 160 empregos diretos e pelo menos 500 indiretos. Da mesma forma, mais de 80% das compras de materiais serão feitas com fornecedores do Rio Grande do Sul, tendo em vista a injeção de capital na economia regional. Essa condição foi determinante para o processo de contratação do novo empreendimento.

Publicidade

A execução do projeto ficou a cargo da Engenhosul, empresa com 31 anos de história no estado. A conclusão das obras está prevista para 2021. “No futuro, o novo empreendimento nos permitirá aumentar nossa atual capacidade de produção, quando poderemos chegar a 1,1 milhão de unidades motoras fabricadas por ano em São Leopoldo. A estrutura irá aprimorar as condições e o ambiente de trabalho”, afirma o presidente da STIHL Brasil, Cláudio Guenther.

A edificação possuirá mais de 14.000 m² e já nascerá dentro de conceitos da Indústria 4.0, com produção mais limpa e orientação para a Internet of Things (IoT). Além de possuir um sistema de ventilação mecânica automático, que garantirá uma alta taxa de renovação de ar, o prédio terá um pé direito livre de 12 metros de altura, proporcionando um excelente ambiente de trabalho para os colaboradores.

Os conceitos de sustentabilidade também estarão presentes, com 100% da iluminação em LED, sistema de climatização de alta eficiência energética e água de reuso para todos sanitários. Os corredores serão mais amplos, prevendo, futuramente, o uso de automação logística. O prédio também contará com um moderno sistema de combate a incêndios e utilizará materiais, em sua grande maioria, incombustíveis. As áreas administrativas foram projetadas com foco no bem-estar e interação dos funcionários, utilizando modernos conceitos de espaços abertos, inovadores e humanizados.

Publicidade
Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar