Novo Hamburgo

Mais de 2 mil crianças nascidas no Hospital Municipal de Novo Hamburgo

Levantamento vai de abril de 2020 a março de 2021 e fortalece um sentimento de esperança em meio a pandemia

O batimento de um pequeno coração e o primeiro chorinho podem trazer à tona o sentimento de esperança em tempos de incertezas. Em meio a pandemia, vale muito lembrar que cada nascimento na Maternidade do Hospital Municipal de Novo Hamburgo (HMNH) representa novos capítulos de diferentes histórias de vida.

Referência para 21 municípios da região em partos de alto risco, como hospital de conceito porta aberta, o centro obstétrico do HMNH contabiliza 2.016 crianças nascidas no setor entre abril de 2020 e março de 2021, portanto, nos últimos 12 meses completos.

Conforme a coordenadora da Área Materno-Infantil do Hospital Municipal, a enfermeira Daniela Rech, a reformada Maternidade conta com 15 leitos. O espaço físico está pronto para atender, inclusive, às exigências criadas com a crise sanitária mundial. “Frente à pandemia, algumas adequações foram feitas dentro da estrutura para receber as mães com suspeita e até mesmo com confirmação de covid-19 de maneira segura diante dessa situação”, destaca a profissional de Saúde.

Já a UTI Neonatal está estruturada com 20 leitos. São dez de cuidados intensivos, sendo um deles de isolamento, e outros dez de cuidados intermediários. E ainda: cinco leitos de área canguru. A garantia do atendimento 24 horas de pediatra e neonatologista dá ainda mais tranquilidade às mamães de primeira ou de outras viagens.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo