CASANEWS

Integração dos ambientes é ponto alto de apartamento de 64 m²

Localizado em São Paulo, morador que vive sozinho desejava espaço convidativo para receber os amigos

Em São Paulo, os espaços compactos se expandem em um novo contexto do morar. Este  apartamento de 64 m², localizado próximo à movimentada avenida Faria Lima, na zona oeste da capital, destaca-se como um exemplo inspirador de uma arquitetura de interiores inteligente e acolhedora.

Publicidade

O profissional Pietro Terlizzi liderou a transformação desse imóvel, atendendo às necessidades do morador que vive sozinho e desejava viver em um lar pequeno, mas ainda assim super convidativo para receber os amigos. No projeto, o ponto alto da área social ficou para a integração da cozinha com a sala de TV/living.

Com apenas uma face do apartamento agraciada pela luz natural, a atenção com o projeto luminotécnico foi de extrema importância e o entendimento do arquiteto foi pela necessidade de criar uma atmosfera luminosa e bem distribuída. O resultado foi um sistema que não apenas preenche o espaço com uma luz suave, mas que também realça os detalhes do da arquitetura de interiores.

Publicidade

Na integração, a bancada da cozinha, em mármore Gris Armani, cumpre a função de delimitar os ambientes. Prezando pela unidade, o mesmo material marca presença no frontão, que ainda dispõe de um pequeno nicho embutido para abrigar vasinhos com temperos naturais. Na marcenaria da cozinha, o arquiteto trabalhou com armários de portas largas, gavetões com puxadores embutidos e a cor seguiu a paleta predominante.

O forro de madeira, marca registrada dos projetos idealizados por Pietro Terlizzi, foi um recurso valioso: ao passo que camufla a infraestrutura da parte interna, agrega o propósito de prover a sensação de acolhimento para os espaços. Para a sala de estar, a tipologia eleita foi o cumaru, complementada pelo freijó presente na marcenaria e nos painéis.

Já a varanda foi totalmente envidraçada e dispõe de uma área de bar, mesa de jantar e um banco estendido que percorre quase que toda a extensão do ambiente, aumentando a oportunidade de assentos. A retirada da esquadria não foi uma opção, já que ela é acústica e ajuda na redução dos ruídos externos.

Pela varanda, é possível acessar o home office: um ambiente multifuncional, pensado para que o morador possa aproveitar de diferentes maneiras. Além do trabalho, é propício para o descanso ou cumpre o papel de quarto de hóspedes, pois o arquiteto Pietro Terlizzi considerou a inclusão de um confortável sofá-cama.


No quarto, a marcenaria desenhada pelo arquiteto Pietro Terlizzi se destaca. O lambri de freijó, que sobe até 1,10 m de altura e envolve todas as paredes, embute a luz de led que entrega um clima muito suave. A circulação do ambiente também foi otimizada ao encostar a cama numa das paredes e optar pela mesinha lateral em um só dos lados.

Contemplando a otimização do banheiro, nichos de granito São Gabriel (mesmo material da bancada), foram incluídos de duas formas: um fica recuado, abaixo do espelho fixo, e o outro está dentro do box para organizar os itens de higiene do morador.

Botão Voltar ao topo